terça-feira, 13 de setembro de 2022

Deputado Filipe Barros, familiares e assessores são agredidos durante panfletagem em Londrina (PR)

 Imagens publicadas por Filipe Barros (PL-PR) exibem momento em que integrantes de sua equipe foram atacados na porta do Estádio do Café, em Londrina, no Paraná



O deputado federal e candidato à reeleição Filipe Barros (PL-PR) gravou um vídeo nas suas redes sociais em que diz que ele e sua equipe de campanha sofreram agressões de integrantes da torcida organizada Falange Azul, do Londrina, no sábado (10).

A confusão ocorreu nos arredores do Estádio do Café, na cidade paranaense, onde o candidato à reeleição fazia panfletagem. No local, o Londrina receberia a Chapecoense em uma partida da Série B do Campeonato Brasileiro.

Imagens publicadas por Barros em suas redes sociais mostram uma discussão entre os torcedores e a equipe da campanha do deputado. Um deles diz não gostar do parlamentar e afirma que ele está “no lugar errado”.

Na sequência, o deputado publicou imagens que mostram um membro de sua equipe – seu sobrinho de 18 anos, segundo Barros — sendo atingido por um soco no rosto por um homem com a camisa da Falange Azul.

Outros vídeos mostram uma confusão generalizada, com outras pessoas da campanha do deputado atingidos por socos e chutes de torcedores.

Filipe Barros alega que a discussão começou porque um grupo de torcedores da Falange Azul, que estava num carro, não aceitou os panfletos do deputado e, em seguida, foi ao encontro da equipe de campanha para “partir para a agressão geral”, segundo ele.

A torcida organizada Falange Azul contesta a versão do deputado e diz que a confusão começou “quando um membro da sua equipe agrediu uma torcedora do Londrina, que recusou receber o panfleto de campanha” — veja abaixo a resposta da torcida. Filipe Barros chamou essa versão de “mentirosa”.

Ainda de acordo com o deputado, membros de sua família tiveram que ir para o hospital por causa das agressões.

“Agrediram minha assessora, deram um chute em seu braço, agrediram um senhor de idade, meu tio, com mais de 65 anos, e agrediram meu sobrinho de 18 anos de idade. Covardes, mentirosos. Todos já foram identificados e serão responsabilizados”, diz ele, em um vídeo publicado na noite de sábado (10).

Torcida organizada nega vinculação política e contesta versão

Em nota publicada nas redes, a Falange Azul contestou a versão de Filipe Barros. “A confusão mencionada pelo deputado começou quando um membro da sua equipe agrediu uma torcedora do Londrina, que recusou receber o panfleto de campanha. Após o ataque, a torcedora ainda foi xingada pelos assessores e cabos eleitorais e pelo próprio candidato”, diz a nota.

“Durante a confusão, um cabo eleitoral do deputado sacou uma arma e spray de pimenta contra os torcedores. A Torcida Falange Azul lamenta o ocorrido e ressalta ser totalmente contra qualquer tipo de violência, e também reforça que o ocorrido não tem nenhuma relação com qualquer questão ou opinião política.

”A torcida ainda afirmou que “vários outros candidatos de diversas vertentes políticas fazem campanha no estádio com toda tranquilidade e paz” e disse que possui, entre seus membros, “pessoas de todas as ideologias”.

Por fim, a torcida diz repudiar “qualquer tipo de agressão contra as mulheres” e “também se solidariza com a torcedora agredida pela equipe do deputado”. Por fim, a nota diz que a organização tomará “as devidas providências jurídicas contra as informações caluniosas do parlamentar”.

Clube envia nota de repúdio sobre agressões à equipe de Barros

Em nota oficial, o Londrina também se manifestou sobre a briga e disse “estar à disposição” da equipe de Filipe Barros para identificar os agressores.

“Como uma equipe que representa uma cidade, o Londrina Esporte Clube deixa claro que atos de violência não são tolerados, seja nas imediações ou dentro do Estádio do Café, feito por “torcedores” do clube, pois entendemos que o estádio é um local para lazer e onde muitas famílias frequentam, acompanhando o nosso Tubarão.”

“O Londrina Esporte Clube está à disposição do Deputado Federal Filipe Barros e sua equipe, na busca pela identificação dos agressores e para que todas as medidas corretas sejam tomadas.”

“Destacamos novamente que o Londrina Esporte Clube é contra toda e qualquer forma de violência dentro ou fora dos estádios, por qualquer motivação, seja por diferenças futebolísticas, diferenças de torcidas, diferenças políticas, contra a mulher ou qualquer tipo de violência”, conclui a nota.

Debate

As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.

CNN Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário