quinta-feira, 21 de julho de 2022

Dólar sobe e atinge o maior valor desde janeiro: R$ 5,46

 


O dólar fechou em alta nesta quarta-feira (20), à espera de decisões sobre juros na Europa e nos Estados Unidos nos próximos dias. A moeda norte-americana subiu 0,71%, vendida a R$ 5,4607. Trata-se do maior patamar de fechamento desde 24 de janeiro (R$ 5,5017).

Com o resultado mais recente, a divisa acumula alta de 4,36% no mês. No ano, ainda tem desvalorização de 2,05% frente ao real.

Mercados

O dia foi negativo nos mercados europeus, apesar da redução em preocupações com o fornecimento de energia após notícias de que o fluxo de gás russo para o continente será retomado conforme programado.

As perspectivas de recessão global seguem fazendo com que empresas repensem investimentos e contratações. A expectativa é de que o Banco Central Europeu (BCE) eleve nesta quinta-feira (21) os juros pela primeira vez em mais de uma década para controlar a inflação recorde.

Na próxima semana, será a vez dos Estados Unidos definirem a sua taxa básica de juros. Recentemente, operadores de futuros moderaram suas expectativas sobre o tamanho dessa alta, passando a esperar uma alta de 0,75 ponto percentual, em vez de cenário de 1 ponto percentual completo.

No cenário doméstico, permanecem no radar de investidores temores sobre a credibilidade do Brasil, que foi abalada recentemente por uma emenda constitucional que amplia e cria uma série de benefícios sociais, prevendo despesas fora do teto de gastos a apenas alguns meses das eleições presidenciais.

Enquanto isso, a tensão política cresce, depois que o presidente Jair Bolsonaro repetiu ataques sem provas e já refutados às urnas eletrônicas e ao sistema de votação brasileiro, o que, segundo a equipe econômica da Guide Investimentos, “aumenta o receio com maior tumulto antes das eleições”.

Bovespa

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou próximo da estabilidade nesta quarta, subindo 0,04%, aos 98.286 pontos. Em Nova York, Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq subiram, respectivamente, 0,16%, 0,59% e 1,58%.

No dia anterior, a Bolsa fechou em alta de 1,37%, aos 98.245 pontos. Com o resultado mais recente, acumula alta de 1,80% na semana e perda de 0,26% no mês, e no ano, de 6,23%.

“Esta quarta-feira não teve muitas notícias relevantes no cenário econômico ou a publicação de dados que mexeram com Bolsa”, comenta André Luzbel, head de renda variável da SVN Investimentos. “O que o mercado está olhando são os balanços das companhias americanas”, completa.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário