sábado, 14 de agosto de 2021

Empresas de ônibus da Região Metropolitana propõem quitar débitos trabalhistas neste mês

 Mesmo com proposta, categoria mantém mobilização e estado de greve

Trabalhadores rodoviários da Região Metropolitana receberam, nesta sexta-feira, a proposta das empresas patronais sobre a quitação de débitos trabalhistas referentes a 1/3 de férias. O documento foi recebido Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários Intermunicipais, de Turismo e de Fretamento da Região Metropolitana (Sindimetropolitano) e a previsão para o depósito dos valores pendentes é para o período de 25 a 31 de agosto.

A quitação de 1/3 de férias é uma das principais reivindicações da categoria. De acordo com o secretário de política do Sindicato, Alex Araújo, ainda ficam pendentes os valores referentes a complementação do vale-alimentação. Segundo Araújo, a proposta foi positiva, tendo em vista que deve sanar um dos problemas iniciais. “Mas continuamos mobilizados e em estado de greve. Na semana que vem teremos mais uma reunião com o Grupo de Trabalho Emergencial onde estaremos reivindicando o vale-alimentação, objeto de nova negociação", disse.

O secretário de Articulação e Apoio aos Municípios do Estado, Luiz Carlos Busato, informou que tem participado das reuniões tentando mediar esse impasse. “O Governo do Estado está trabalhando incansavelmente, buscando novas soluções e propostas para o transporte público. Não podemos continuar a implementar as mesmas ideias e os mesmos remédios, que são usados há anos. Se fizermos as mesmas coisas, teremos o mesmo resultado, colocando recursos em um sistema que já está falido. A finalidade da criação deste grupo é buscar alternativas novas, com novos olhares, juntamente com entes que vivem o transporte e com isso acrescentar novas ideias. Queremos um transporte autossustentável, com qualidade, eficiência e economicamente viável", destacou.

Busato confirmou que a próxima reunião do grupo está marcada para quinta-feira (19). 


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário