domingo, 11 de julho de 2021

Passagem da motociata tem clima acirrado na Redenção

 Contrários e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro trocaram acusações na avenida João Pessoa



A motociata com o presidente Jair Bolsonaro pelas ruas de Porto Alegre teve momentos de tensão. Mesmo em pequenos grupos, manifestantes protestaram contra a passagem pelo presidente. Um dos pontos mais críticos foi na avenida João Pessoa, junto à Redenção. No local, moradores gritavam das janelas palavras contra Bolsonaro e também batiam panelas.

Já na avenida, algumas pessoas foram protestar junto aos motoqueiros. Não chegou a ser registro um embate físico, mas em vários momentos ocorreram trocas de acusações e xingamentos, de ambos os lados. Em um dos pontos da João Pessoa, algumas pessoas carregavam cartazes e até uma pessoa fantasiada de 'Morte', carregando uma foice, participaram do ato contrário ao governo federal. No local, o policiamento estava reforçado. 

Enquanto isso, apoiadores do presidente passavam e buzinavam. Em função do grande fluxo, em um dos momento, os motoqueiros precisaram desacelerar, e a troca de acusações era mais visível. No momento ponto, em frente à sede do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS (Sinpro), houve recolhimento de alimentos e cobertores. No ato, que teve apoio de integrantes da CUT, algumas pessoas também criticavam o governo. Em resposta, alguns motoristas buzinavam e gritavam "mito". 

 Foto: Ricardo Giusti


Correio do Povo


Escola de samba que promovia festa para 2 mil pessoas é interditada em Porto Alegre


Brasil registra 1.205 novas mortes por Covid em 24h


Leite manda apurar prisão de mulher que se manifestou contra Bolsonaro


Nenhum comentário:

Postar um comentário