segunda-feira, 26 de julho de 2021

Estados Unidos continuarão os bombardeios no Afeganistão se a ofensiva do Talibã persistir

 Chefe de operações militares afirmou que ataques aéreos podem ser intensificados nos próximos dias



Os Estados Unidos continuarão seus ataques aéreos em apoio às forças afegãs se o Talibã continuar a ofensiva que realiza desde o início de maio, alertou neste domingo (25) o chefe das operações militares dos Estados Unidos no país.

"Os Estados Unidos intensificaram seus ataques aéreos em apoio às forças afegãs nos últimos dias e estamos prontos para continuar com esse alto nível de apoio nos próximos dias, se os talibãs continuarem seus ataques", disse o general Kenneth McKenzie, chefe do Comando Central do Exército dos EUA (Centcom).

Os talibãs apreenderam grandes áreas rurais do Afeganistão durante uma ofensiva nos últimos três meses, coincidindo com o início da retirada final das forças internacionais, agora quase completa.

As forças afegãs ofereceram pouca resistência e basicamente controlam apenas as capitais provinciais e as principais estradas. "Gostaria de ser claro, o governo do Afeganistão será submetido a testes nos próximos dias, o Talibã está tentando tornar sua campanha irreversível. Eles estão errados", disse o general McKenzie.

Como chefe da Centcom, que supervisiona as atividades militares dos EUA em 20 países no Oriente Médio e na Ásia Central e do Sul, McKenzie liderou operações militares no Afeganistão desde 12 de julho, quando terminou o comando do general Austin Scott Miller.

O recente avanço relâmpago dos talibãs gerou temores de que eles voltem a tomar o poder, quase 20 anos depois de serem derrubados por uma coalizão internacional - liderada pelos EUA - devido à recusa em entregar o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, após os ataques de 11 de setembro. 


AFP e Correio do Povo


Ygor Coelho garante a primeira vitória brasileira no badminton



Em Tóquio, judoca Ketleyn Quadros volta ao tatame olímpico após 13 anos


Fernando Scheffer vai à final dos 200m livre na natação em Tóquio


Atlético-MG goleia o Bahia com dois gols de Hulk e um de Nathan



Brasil fica em último no revezamento 4x100m masculino na natação


Osaka e Medvedev vão às oitavas de final do tênis em Tóquio


Scheidt estreia com 11º lugar em regata da classe laser na Olimpíada de Tóquio


Ana Patricia e Rebecca vencem dupla queniana no vôlei de praia



Medina e Italo despacham rivais e vão às quartas no surfe masculino



Clima interfere no poder de compra do consumidor no RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário