sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Arthur Lira defende “teste” de voto impresso nas eleições: “Quem não tem fraude não se nega a provar que o processo é lícito”

 
















Nenhum comentário:

Postar um comentário