segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Nicette Bruno morre aos 87 anos, vítima de Covid-19

 Atriz, uma das pioneiras da dramaturgia brasileira, estava internada desde o fim de novembro e não resistiu às complicações da doença



A atriz Nicette Bruno morreu neste domingo, aos 87 anos, por complicações da Covid-19.  Ela estava internada desde o dia 30 de novembro, inicialmente com um quadro estável. A atriz chegou a apresentar melhora, no entanto, o estado de saúde foi piorando com o passar dos dias, até haver a necessidade de intubá-la. 

A artista começou oficialmente a carreira — com passagens por teatro, cinema e televisão — em 1947, na peça "A Filha de Iório", e é considerada uma das pioneiras da dramaturgia brasileira. Nos mais de 70 anos atuando, interpretou papeis marcantes, como a Dona Benta, em "Sítio do Picapau Amarelo" (2001-2004), e Dona Lola, na versão original de "Éramos Seis" (1977), da TV Globo. O último trabalho dela foi em 2020, justamente no remake da novela, no qual interpretou Madre Joana.

Vida pessoal

Nicette Bruno foi casada por 56 anos com o também ator Paulo Goulart, com quem teve três filhos: Bárbara Bruno, Beth Goulart e Paulo Goulart Filho. O casal se conheceu em 1952, durante a peça "Senhorita Minha Mãe", se casou em 1954 e ficou junto até a morte de Paulo, em 2014, vítima um de câncer.


R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário