terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Colégio Eleitoral confirma vitória de Biden nas eleições dos EUA

 Delegados respeitaram voto popular e deram 302 votos ao democrata, ainda no aguardo do Havaí



O Colégio Eleitoral dos Estados Unidos confirmou nesta segunda-feira, sem surpresas, a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas sobre o presidente republicano Donald Trump. O procedimento, que costuma ser uma formalidade, ganhou algum suspense pela pressão de Trump para delegados não obedecerem os resultados das urnas.

Com os numerosos delegados da Califórnia, onde Biden venceu por 63% dos votos, o democrata superou amplamente a cifra necessária para chegar à Casa Branca, estabelecida em 270 votos no Colégio Eleitoral. Ainda no aguardo dos delegados do Havaí, onde também venceu, Biden tinha 302 votos contra 232 de Trump.

Até então, nenhum delegado votou contrariando a maioria do eleitorado de seu estado correspondente. Após dezenas de ações na justiça, que chegaram inclusive à Suprema Corte, recusadas, os republicanos ainda contavam com uma surpresa. No caso, seria a rebelião de delegados, principalmente na Georgia e na Pensilvânia, que votassem contra o que foi definido pelo voto popular.

Mesmo sob imensa pressão, inclusive com protestos e ameaças de republicanos, os delegados cumpriram sua função de representar o voto da urna. No Arizona, a votação foi feita em lugar secreto, em meio às ameaças. Em Michigan, forte aparato policial acompanhou delegados.


AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário