sexta-feira, 20 de novembro de 2020

WhatsApp bloqueia 1.004 contas por violação de termos durante o primeiro turno

 Número corresponde a 31% das denúncias encaminhadas pelo TSE ao longo da campanha eleitoral


O WhatsApp baniu 1.004 contas por violação dos Termos de Serviço do aplicativo durante o primeiro turno das eleições municipais de 2020. O balanço foi divulgado nesta quinta-feira, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com quem o aplicativo fez uma parceria para combater a desinformação durante a campanha. 

De acordo com o TSE, entre 27 de setembro e 15 de novembro, o órgão recebeu 4,759 denúncias, das quais 4.630 foram encaminhadas ao WhatsApp para verificação por possível violação. Após uma primeira etapa de revisão, o aplicativo identificou números duplicados e inválidos (sem uma conta válida de WhatsApp atrelada). Das 3.236 contas válidas identificadas, 1.004 foram banidas. Dentre elas, mais de 63% já tinham sido bloqueadas automaticamente pelo sistema de integridade do WhatsApp, antes de serem reportadas.

“O disparo em massa de mensagens é uma prática proibida, passível de punição nas eleições. Os eleitores devem estar atentos e denunciar atividades suspeitas que desequilibrem o processo eleitoral”, comentou a secretária-geral da Presidência do TSE, Aline Osorio, que coordena o Programa de Combate à Desinformação. 

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário