terça-feira, 10 de novembro de 2020

Trump anuncia demissão do chefe do Pentágono

 

Cargo de Mark Esper passará a ser ocupado por Christopher C. Miller


O atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou em sua conta no Twitter nesta segunda-feira a demissão do chefe do Pentágono, Mark Esper. Na mesma publicação, o republicano anunciou Christopher C. Miller para a substituição no cargo de Secretário de Defesa Interino dos Estados Unidos, com efeito imediato. Miller é o diretor do Centro Nacional de Contraterrorismo e, segundo Trump, "altamente respeitado".


Otimista, Trump afirmou que o novo Secretário fará um "ótimo trabalho". Ao final do comunicado, dedicou poucas palavras para Mark Esper: "Gostaria de agradecê-lo por seu serviço".

As relações entre Trump e Esper ficaram tensas depois que o ex-secretário se opôs publicamente à mobilização do exército em junho para reprimir os protestos antirracistas no país. A partir daquele momento, a perda de influência de Esper no governo ficou evidente. Ele desapareceu da mídia e só fez discursos previamente preparados.

Embora sua demissão fosse esperada por muitos, surpreendeu por ser anunciada uma semana após a eleição, que o democrata Joe Biden venceu, e 10 semanas antes de Trump deixar a Casa Branca.

Christopher Miller será secretário de defesa interino até 20 de janeiro, quando o novo governo toma posse. Ainda assim, Miller é o quinto chefe do Pentágono da administração Trump, depois do ex-general da marinha Jim Mattis, do engenheiro da Boeing Patrick Shanahan e do chefe da marinha Richard Spencer, que assumiu brevemente a pasta enquanto a confirmação de Esper no Senado era esperada para julho de 2019.

Miller passou 31 anos no exército, foi destacado para o Afeganistão em 2001 e para o Iraque em 2003 como parte das forças especiais. Após sua aposentadoria, ele se tornou um consultor em operações secretas e inteligência governamental.

Em 2018-2019, foi assessor da Casa Branca em contraterrorismo e ameaças transnacionais e, no ano passado, tornou-se subsecretário adjunto de defesa para operações especiais. Esper foi nomeado chefe do Centro Nacional de Contraterrorismo em agosto.

AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário