quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Inter perde nos pênaltis para o América-MG e está fora da Copa do Brasil

 Colorado chegou a marcar no último lance do jogo e vencer por 1 a 0 no tempo normal, mas foi derrotado por 6 a 5 nas cobranças


O torcedor colorado viveu emoções distintas na noite desta quarta-feira, contra o América-MG, nas quartas de final da Copa do Brasil. Até marcou 1 a 0 no tempo normal, no último lance do jogo, para levar o time aos pênaltis de modo dramático. No entanto, a reversão de expectativas veio novamente após as cobranças. Na decisão, melhor para o América, que venceu por 6 a 5 e eliminou o Inter da competição. 

O único gol do jogo foi marcado no último lance. Aos 50 da etapa final, em falta na direita, a bola chegou até Yuri Alberto, que mandou para as redes para garantir o 1 a 0. 

Com o resultado, o Inter está eliminado da Copa do Brasil 2020, e concentra suas forças no Brasileirão e na Copa Libertadores. O próximo compromisso do Colorado é pelo Campeonato Brasileiro, diante do Fluminense, no domingo. A partida acontece no Estádio Beira-Rio, às 18h15min, válida pela 22ª rodada.

Inter começa bem, mas não finaliza 

O técnico Abel Braga optou por realizar algumas alterações na equipe, passando a implementar suas características na comparação com o time de Eduardo Coudet. Voltou a posicionar o time em um 4-2-3-1, com Dourado e Lindoso na dupla de volantes, D’Alessandro entre os titulares e Leandro Fernández aberto por uma das pontas. Na frente, Thiago Galhardo era o centroavante. 

Precisando reverter desvantagem do primeiro jogo, fez seu melhor começo de jogo. Pressionou o América e ocupou o campo adversário, atacando e com mais tempo de posse de bola. Aos oito, após tabela de D'Alessandro e Rodinei, Leandro Fernández teve a primeira boa chance do Inter, mas a zaga afastou.

Nos primeiros 15 minutos, o Colorado tinha 70% de posse de bola, contra 30% do rival. O América-MG só finalizaria pela primeira vez aos 18, quando João Paulo bateu de primeira e bola passou sobre o travessão, levando perigo a Marcelo Lomba.

No entanto, a posse de bola não conseguiu se mostrar efetiva. O Inter não voltou a ameaçar o gol do América-MG, e diminuiu também o ritmo agressivo dos primeiros minutos. Aos 32 minutos, os donos da casa investiram com perigo. Ademir recebeu na direita e limpou Victor Cuesta, que caiu sentado no gramado. Coube a Rodrigo Dourado, um dos melhores em campo no primeiro tempo, fazer a intervenção e evitar o gol. 

O ritmo diminuiu, e a chuva tornou o campo ainda mais pesado. Cada vez mais confortável, o América-MG passou a controlar o jogo. O Inter esbarrava na dificuldade de criação e nos erros de passe no meio, especialmente com D’Alessandro. Assim, o único resultado possível ao intervalo foi o 0 a 0.

Yuri Alberto marca no fim e leva jogo para os pênaltis 

No segundo tempo, foi o América-MG quem voltou melhor. A equipe de Lisca passou a se aproveitar de contra-ataques e, com oito minutos, chegou a criar duas chances de gol. Primeiro, Geovane arriscou de longe e Lomba defendeu. Depois, Flávio finalizou por cima do travessão.

Diante de um cenário que pouco se modificou, já que a posse de bola do Inter ainda era pouco produtiva, Abel Braga optou por colocar atacantes no time. Sacou o apagado Leandro Fernández para tentar melhores alternativas com Yuri Alberto. Depois, fez outras duas trocas. Tirou Rodrigo Dourado e o lateral Moisés, para colocar a campo Uendel e promoveu a estreia do garoto Caio, da base, nos profissionais do Inter.

No entanto, as trocas não funcionaram da maneira esperada. O Inter seguia com dificuldade de criar chances de gol, e a posse de bola de 78% aos 34 minutos da etapa final de nada servia. O América-MG, especialmente na figura do zagueiro Messias, fazia jogo seguro defensivamente.

O Inter abusou da bola lançada na área, especialmente no fim do jogo. Assim como ocorreu ao longo de toda a partida, o goleiro Matheus Cavichioli soube neutralizar as jogadas. No entanto, o América-MG foi castigado no último lance do jogo. Em falta pelo lado direito, o cruzamento encontrou Yuri Alberto, que marcou 1 a 0 para levar a partida para os pênaltis.

Galhardo erra e Inter cai nos pênaltis

O Inter optou por abrir a série com Thiago Galhardo, o batedor de pênaltis e artilheiro da temporada. No entanto, Matheus Cavichioli defendeu, e o Inter abriu a série atrás na decisão. Chegou a se recuperar a tempo, e levou as cobranças para a série alternada. 

No entanto, quando o América-MG acertou, Uendel errou, bateu por cima do travessão e definiu a série. Na decisão, melhor para o América-MG. A vitória por 6 a 5 nas cobranças garantiu a classificação às semifinais da Copa do Brasil.

Após as cobranças, confusão no gramado. Houve uma briga entre jogadores do Inter e América-MG. O desentendimento chegou a prosseguir no vestiário, mas logo foi controlado.

Copa do Brasil - jogo de volta da semifinal

América-MG 0 

Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Anderson e João Paulo; Flavio (Sabino), Felipe Azevedo (Marcelo Toscano), Juninho e Ademir (Daniel Borges); Geovane (Ale) e Rodolfo (Léo Passos). Técnico: Lisca.

Inter 1

Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés (Uendel); Dourado (Caio), Lindoso, Edenílson, D'Alessandro (Praxedes) e Leandro Fernández (Yuri Alberto); Thiago Galhardo. Técnico: Abel Braga.

Gol: Yuri Alberto (50/2T)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Cartões amarelos: Juninho e Felipe Azevedo (América-MG); Victor Cuesta (Inter)

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data e hora: 18/11, às 21h30min


Correio do Povo


RS terá tempo nublado nesta quinta-feira


Pfizer fala em conseguir vacinar "milhões de brasileiros" no 1º semestre de 2021


Declaração do Brics tira apoio para vaga do Brasil no Conselho de Segurança da ONU


Grêmio vence Cuiabá com gols de Diego Souza e vai às semifinais da Copa do Brasil


Autor da reforma tributária diz ser favorável a tributar nova economia digital


Eleições 2020: o panorama eleitoral do 2º turno em Caxias do Sul


Mega-Sena acumula e poderá pagar R$ 75 milhões no sábado


Polícia começa a investigar explosão em distribuidora de gás, em Pelotas


Decisões do CNJ só poderão ser contestadas no STF


“Choro de perdedor”, diz Lupi sobre possíveis dissidências em Porto Alegre


Transformador de energia tem previsão de funcionar até dia 26 no Amapá


Usuários têm atendido as restrições no transporte coletivo de Porto Alegre


Depressão aumenta 34% e atinge 16,3 milhões de brasileiros, aponta Pesquisa Nacional de Saúde


São Paulo goleia Flamengo e enfrenta Grêmio na semifinal da Copa do Brasil



MPF investiga causas do acidente em falésia que matou família em Pipa


COI diz que ajudará a distribuir vacina a atletas de países com menor acesso


Projeto de imposto sobre grandes fortunas avança no Congresso argentino


Athletico-PR vence, segura o Atlético-MG e sobe cinco posições no Brasileirão


PP e MDB conquistam maior número de prefeituras no Vale do Rio Pardo


PT oficializa apoio a Boulos no 2º turno em São Paulo


"Só há proteção social com desenvolvimento econômico", afirma Melo


PSDB decide pela neutralidade em Porto Alegre





Nenhum comentário:

Postar um comentário