quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Casa de Cultura Mario Quintana adia reabertura

 Prevista para esta quinta-feira, instituição suspendeu a reabertura, mas manteve Virada Sustentável 2020


Em virtude do aumento da incidência de casos de Covid-19 em Porto Alegre e também das obras de adequação do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI), ainda em execução, a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) resolver suspender sua reabertura, prevista para esta quinta, dia 19. Com a reavaliação do cronograma, a direção ainda não estabeleceu uma nova data de retomada das atividades, que será anunciada tão logo definida. No entanto, a programação da Virada Sustentável 2020, na Travessa dos Cataventos, programada esta quinta e sexta, dias 19 e 20 (quinta e sexta), está mantida.

O diretor da CCMQ, Diego Groisman, levou em consideração a natureza das atividades de interação humana no equipamento cultural. “A relação do nosso público com a Casa costuma ser de permanência e convívio próximo, o que nos parece poder tornar-se um potencial risco sanitário aos visitantes e servidores nesse momento”, pondera. O gestor ressalta a importância da Virada Sustentável, evento consolidado no calendário cultural da cidade. “É um evento totalmente alinhado com as políticas que pautam as ações da Casa, que será montado ao ar livre e com todos os cuidados para que não haja aglomeração”, acrescenta Diego Groisman.

Nos dois dias do evento, o público poderá conferir a instalação urbana “Eu era Outra Selva”, de Felipe Morozini, que utiliza 150 guarda-sóis estampados com vegetação e um inflável gigante no formato de um lobo-guará. O objetivo é levar à reflexão  sobre a floresta que deixaremos para as futuras gerações. “Um momento em que a cidade experimentará a sensação de estar submersa numa floresta da Mata Atlântica”, detalha Morozini.

 

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário