terça-feira, 10 de novembro de 2020

Butantan se diz "surpreendido" após Anvisa interromper testes com vacina Coronavac

 Agência Nacional de Vigilância Sanitária alega que suspendeu estudos com imunizante por "evento adverso grave"


Após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspender nesta segunda-feira os estudos com a vacina Coronavac, o Instituto Butantã, que testa o imunizante em São Paulo, publicou uma nota em que se diz surpreendido e que está "apurando em detalhes" o que houve para o órgão oficial ter tomado essa decisão.

Segundo a Agência, a medida foi feita após uma ocorrência de "evento adverso grave". De acordo com comunicado emitido, o evento – não especificado – aconteceu em 29 de outubro. Em sua nota, o Butantan se coloca "à disposição" para prestar esclarecimentos e convocou coletiva de imprensa para esta terça-feira, 10, às 11 horas

A suspensão da pesquisa acontece para que os estudos possam avaliar sobre a segurança e benefícios à saúde do possível imunizante antes da continuidade do estudo.

Mais cedo nesta segunda-feira, o governador João Doria (PSDB) anunciou que São Paulo vai receber no dia 20 de novembro as primeiras 120 mil doses da Coronavac. No Estado, a fábrica para produzir o imunizante só deve ficar pronta em setembro de 2021.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário