segunda-feira, 9 de novembro de 2020

ACORDA, BRASIL!

 



ELEIÇÕES NOS EUA

Se por um lado os eleitores de Joe Biden têm suas razões para festejar a vitória do Democrata, por outro inúmeros eleitores de Trump, muitos já crentes de que as esperanças são muito escassas, ainda seguem na expectativa de que a Justiça dos Estados (lá não existe TSE), onde inequívocas fraudes foram detectadas, decida pela recontagem dos votos e, a partir daí, possa ficar comprovado que o vitorioso é o candidato do Partido Republicano.   


ESTRATÉGIA DOS DEMOCRATAS

Pois, mesmo sabendo que, comprovadamente, não foram poucos os casos de fraudes, os Democratas, com o apoio de boa parte da mídia -mundial- trataram de declarar -oficialmente- Joe Biden como novo presidente dos EUA. Esta esperta estratégia, mesmo que a eleição presidencial ainda dependa do pronunciamento dos Judiciários dos Estados demandados, levou presidentes de vários países, notadamente aqueles que detestam Donald Trump, a enviar apressados cumprimentos à dupla Biden/Harris. 


NORMAS DEMOCRÁTICAS

Pois, enquanto cabe apenas ao POVO AMERICANO cuidar de seus problemas, aqui no Brasil não são poucos aqueles que, ao invés de OLHAR PARA O UMBIGO DEFEITUOSO DO BRASIL, se acham no direito pleno de dizer qual candidato deve ser declarado presidente dos EUA. Mais: ouço e leio que a forma INDIRETA, que se dá pelo sistema de escolha dos DELEGADOS, é condenável e nada democrática. Ou seja, há brasileiros que se arvoram no direito de ditar NORMAS DEMOCRÁTICAS para eleger o presidente americano. Pode?  


FORO DE SÃO PAULO

Aliás, alguns mais fanáticos pela esquerda brasileira acreditam, piamente, que Biden vai colocar os Estados Unidos na trilha do SOCIALISMO que é praticado na Venezuela, Cuba, Argentina, Nicarágua, etc. Mais: depois da carinhosa mensagem que foi enviada ontem pelo líder Nicolas Maduro, há quem imagine que muito em breve o partido Democrata dos EUA passará a integrar o famigerado Foro de São Paulo ou o Grupo Puebla, que no nosso empobrecido Brasil reúne vários partidos socialistas/comunistas, como PDT, PSB, PT, PSOL, PCB, e PCdoB.  


ACORDA, BRASIL

ACORDA, BRASIL! Os nossos problemas (que não são poucos) exigem nossa total e exclusiva atenção. Não se deixem levar pela vã ilusão de que presidentes de qualquer país, por mais socialista que seja, é eleito para resolver os nossos sérios problemas que, sabidamente, impedem e/ou atrasam o nosso desenvolvimento. 


REFORMAS

Antes de tudo, para poder se sustentar, o nosso empobrecido Brasil exige que boas REFORMAS sejam feitas. Em prazo curto. Portanto, não esqueçam: o presidente dos EUA, quer seja Baiden ou Trump, não está sendo eleito para governar o Brasil ou qualquer outro país. Ele está sendo eleito para tratar dos problemas e soluções, ao seu modo e de seus congressistas, para aquilo que, de bem ou mal, diz respeito ao povo americano. 


Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário