segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Grêmio e Fortaleza empatam na Arena em jogo de poucas chances

Diego Souza marcou de pênalti para o Tricolor gaúcho no segundo tempo

Diego Souza marcou o gol de empate do Grêmio em cobrança de pênalti

Grêmio e Fortaleza ficaram no empate em 1 a 1 na tarde deste domingo, na Arena. Em um jogo de poucas chances de ataque, o Tricolor voltou a demonstrar dificuldades para superar defesas fechadas em seus domínios. Com o resultado, os comandados de Renato Portaluppi chegam ao sexto empate em 10 jogos e somam 12 pontos no Brasileirão.
No primeiro tempo, Osvaldo abriu o placar aos 16 minutos e o Tricolor passou todo tempo pressionando os cearenses, mas não conseguiu transformar a maior posse de bola em gols. Na etapa final, Diego Souza precisou cobrar duas vezes penalidade para empatar.
O Grêmio volta a campo na quarta-feira para enfrentar a Universidad Católica, às 21h30min, no estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile. Pelo Brasileirão, o próximo adversário é o Palmeiras, no próximo domingo, às 16h, na Arena.
Fortaleza abre o placar
O Grêmio iniciou o jogo tentando pressionar o Fortaleza, mas foi o time cearense que criou a primeira boa oportunidade. Aos três minutos, Osvaldo foi lançado pelo lado esquerdo do ataque, invadiu a área, marcado à distância por Geromel, e chutou forte. Vanderlei fez a defesa, empurrando a bola pela linha de fundo.
Até os 15, o Grêmio tinha maior posse de bola, 66% contra 34% e havia chutado quatro vezes na direção da meta de Felipe Alves, mas todas foram para fora. O Fortaleza se fechava no campo defensivo e buscava os contra-ataques para levar perigo à meta gremista. Um minuto depois, Osvaldo cruzou da esquerda, a bola quicou na pequena área e foi parar no fundo das redes do Tricolor. Vanderlei saltou, falhou seu posicionamento e não conseguiu chegar na esférica. Fortaleza 1 a 0.
A primeira grande oportunidade do Grêmio ocorreu aos 29. Diego Souza fez jogada de linha de fundo e passou para Alisson, na marca do pênalti. O meia bateu atrás de dois marcadores e obrigou a Felipe Alves a fazer grande defesa. Três minutos depois, Maicon sentiu um problema físico e deixou o gramado para a entrada de Robinho.
Nos minutos finais, o Tricolor seguiu com maior posse de bola, 63% contra 37%, segundo dados do Sofascore, e atuando no campo ofensivo. Porém, a equipe não conseguiu furar o bloqueio defensivo preparado por Rogério Ceni.
Diego Souza empata
Na volta para o segundo tempo, Isaque deixou a equipe para a entrada de Luiz Fernando. Logo a dois minutos, Quintero empurrou Everton dentro da área e o árbitro Igor Benevenuto marcou a penalidade máxima. Diego Souza bateu, Felipe Alves defendeu e Luiz Fernando marcou no rebote, mas, após análise do VAR, o lance foi invalidado devido à invasão da área do atacante gremista.
Aos sete, na segunda cobrança, Diego Souza chutou no meio do gol, Felipe Alves chegou a tocar na bola, mas ela foi parar no fundo das redes. Grêmio 1 a 1 Fortaleza.
Após o gol, o clube cearense abandonou um pouco da postura defensiva e passou a tentar o segundo gol. Com o espaço deixado no campo de defesa, o Grêmio tentou a virada. Aos 25, Luiz Fernando e Gabriel Dias discutiram, se empurraram, trocaram cabeçadas e acabaram expulsos. Ainda assim, não conseguiu chances claras de conclusão.
Faltando cinco minutos para o fim do tempo regulamentar, Orejuela passou para Alisson, que tocou para Robinho, que lançou novamente o lateral. Ele bateu e Felipe Alves fez excelente defesa. Na cobrança de escanteio, Orejuela marcou o gol, mas a arbitragem anulou por impedimento.
Aos 44, Renato Portaluppi colocou Ferreira, após oito meses afastado dos gramados, e Guilherme Azevedo para as saídas de Everton e Orejuela. Nem mesmo os seis minutos de acréscimos foram suficientes para o Grêmio marcar o segundo gol e chegar a segunda vitória no Brasileirão, em 10 rodadas.

Campeonato Brasileiro - 10ª rodada
Grêmio 1
Vanderlei; Orejuela (Guilherme Azecedo), Geromel, David Braz e Cortez; Darlan, Maicon (Robinho), Isaque (Luiz Fernando), Alisson e Everton (Ferreira); Luiz Fernando.
Técnico: Renato Portaluppi
Fortaleza 1
Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Carlinhos (Bruno Melo); Ronald (Luiz Henrique), Juninho, David (Yuri César), Osvaldo (Derley) e Romarinho; Wellington Paulista (Marlon).
Técnico: Rogerio Ceni.
Gols: Osvaldo (16min/1ºT) e Diego Souza (7min/2ºT)
Cartões amarelos: Rogério Ceni, Derley e Osvaldo (F)
Cartões vermelhos: Luiz Fernando (G) e Gabriel Dias (F)
Árbitro: Igor Benevenuto (MG)
Auxiliares: Guilherme Camilo (MG/Fifa) e Sidmar Meurer (PR)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário