terça-feira, 14 de julho de 2020

Governo exonera adjunto da Secretaria Especial de Cultura

A exoneração está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira. Esta é a segunda exoneração de Pedro Horta deste mesmo cargo

O governo federal exonerou Pedro José Vila Godoy Horta do cargo de secretário adjunto da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, chefiada pelo ator Mário Frias. A exoneração está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, dia 14.

Esta é a segunda exoneração de Pedro Horta deste mesmo cargo. Por um período, ele foi o número dois da Secretaria quando a atriz Regina Duarte estava no comando. Mas deixou a função em maio, dias antes do anúncio da saída da própria atriz. Horta voltou a ser adjunto da Cultura em 19 de junho, mesmo dia da nomeação de Mário Frias como secretário.

O governo de Jair Bolsonaro já teve cinco secretários de Cultura até agora, incluindo Frias, Regina e o dramaturgo Roberto Alvim. Este saiu do governo após repercussão negativa de discurso que fez parafraseando conteúdo nazista.


Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário