terça-feira, 14 de julho de 2020

Balanços tenebrosos nos EUA; 5G em SP e RJ; PMEs na Câmara

A euforia recente das bolsas passará por um teste de fogo a partir de hoje, com a temporada de balanços nos EUA – a previsão é de queda de 49% nos lucros. Em SP e no Rio, uma novidade na incerteza: a chegada do 5G. Em Brasília, crédito para PMEs e futuro da Amazônia, dois temas essenciais, na pauta. Boa leitura
Operadores de mercado financeiro trabalham na bolsa de Nova York. 28/2/2020 | REUTERS/Brendan McDermid

 
1 - TEMPORADA VERMELHA NOS EUA

O banco de investimentos americano JPMorgan Chase e a companhia aérea Delta estão entre as empresas de capital aberto a divulgar hoje seus balanços do segundo trimestre do ano, que devem refletir a maior parte das perdas causadas pela pandemia do novo coronavírus. A temporada de resultados corporativos que se inicia nos Estados Unidos promete ser inesquecível – de tão ruim. Segundo pesquisa da consultoria de dados financeiros FactSet, a expectativa dos investidores é de que as companhias que fazem parte do índice acionário S&P500 informem uma queda média de 45% nos lucros no período de abril a junho de 2020 ante igual intervalo de 2019. Se confirmada, vai ser a maior redução desde o quarto trimestre de 2008, quando a crise financeira internacional levou a uma retração de 69% nos ganhos.

2 - MOURÃO E A AMAZÔNIA

Hamilton Mourão estará hoje nos holofotes. O vice-presidente será ouvido, a partir das 16 horas, em uma audiência por videoconferência no Senado sobre o desmatamento da Amazônia. O convite é antigo, mas ganhou relevância com a pressão nacional e internacional crescente diante dos números alarmantes da área ambiental no governo Bolsonaro. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o desmatamento na Amazônia brasileira teve uma máxima de 11 anos em 2019. Desde o início do ano, Mourão preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, que responde por ações de preservação e também faz a gestão do Fundo Amazônia, que recebe recursos de empresas e outros países para este fim. Sua gestão não entregou, por enquanto, resultados positivos.

3 - CRÉDITO A PMES NA PAUTA

Em meio a escassez de crédito a pequenas e médias empresas por causa da pandemia, a Câmara dos Deputados pode colocar um ritmo de urgência à um projeto de lei que amplia o Pronampe, uma linha de financiamento subsidiado com recursos do Tesouro Nacional. A ideia é estender o benefício, hoje restrito às pequenas e médias empresas, também a profissionais liberais. Aprovada no Senado em maio, a ampliação depende dos deputados. Desde a criação, o Pronampe já emprestou mais de 13 bilhões. No Itaú, ontem, os recursos acabaram em 30 minutos. Por isso, governo e congressistas estudam injetar mais dinheiro. Um projeto da senadora Kátia Abreu (PP-TO) propõe deslocar ao Pronampe cerca de 17 bilhões de reais hoje alocados no PESE, uma linha de crédito do estatal BNDES para empresas com faturamento inferior a 10 milhões de reais.

4 - 5G CERCADA DE DÚVIDAS

A Claro começou a implantar, nesta semana, a rede 5G em bairros da capital paulista e do Rio, em um processo que deve durar até setembro. A tecnologia só poderá ser acessada com smartphones que suportam o recurso, como o Motorola Edge, que chega hoje às lojas. O movimento acontece em meio às incertezas do leilão 5G, que foi adiado para o ano que vem. Embora a rede que começa a ser implantada pela Claro não seja a tecnologia 5G definitiva, a operadora promete conexão até 12 vezes mais rápida do que a 4G convencional. O leilão do 5G foi adiado para o primeiro semestre do ano que vem por causa da pandemia. As regras devem ser tema de muito debate no segundo semestre de 2020.
No boletim Focus, o mercado passou a prever uma contração do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2020 de 6,10%, contra queda de 6,50% calculada na semana anterior. Segundo economistas, esse tipo de revisão deve continuar a partir da melhora da economia no segundo semestre.

O Itaú atingiu o volume total de crédito disponível pelo Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) em apenas meia hora. Foram emprestados 3,7 bilhões de reais a 37.000 micro e pequenas empresas. A rapidez frustrou muitos clientes, que tiveram problemas de acesso na plataforma digital.

Apesar das polêmicas envolvendo a hidroxicloroquina, médicos da operadora de saúde Prevent Senior continuam a indicar a medicação. Em alguns casos, o paciente é atendido via telemedicina, e o remédio é enviado antes mesmo da realização de exames que comprovem o contágio por coronavírus.

Não é só o coronavírus no mundo. Segundo a OMS, o ebola está se espalhando no oeste da República Democrática do Congo, na África, e já soma quase 50 casos confirmados. Mas, diferentemente da covid-19, as chances de a doença tomar o planeta são baixas, devido à sua letalidade elevada.
A Apple vai indenizar seus clientes em 25 dólares por deixar os iPhones mais lentos propositalmente. Segundo a empresa, a prática acontecia para poupar baterias mais antigas e evitar desligamentos repentinos. Mas por enquanto o valor só poderá ser pedido por quem mora nos EUA. Confira a lista de quais modelos enfrentaram o problema.

Duas vacinas experimentais contra a covid-19 desenvolvidas em conjunto pela alemã BioNTech e pela gigante farmacêutica norte-americana Pfizer receberam a designação de “via rápida” nos EUA, para acelerar os testes em humanos. Se essa fase der certo, elas esperam produzir até 100 mil doses ainda em 2020.

A partir do dia 3 de agosto, toda gasolina comercializada no Brasil terá de seguir novas regras da ANP. A medida tem o objetivo de melhorar o rendimento dos veículos e poderá vir acompanhada com a alta no preço. A melhora na qualidade pode reduzir o consumo por quilômetro rodado de 4% a 6%.

Confira a lista de planos de celulares de cada operadora que ficaram mais baratos nos últimos anos.

O time de futebol americano Washington Redskins, da NFL, vai abandonar o nome “Redskins”, que pode ser traduzido como “pele vermelha” e que remete com conotação pejorativa aos nativos americano. A equipe já enfrentava pressão para mudar de nome, que agora foi reforçada por patrocinadores.
Lives
Às 12h - Na live O crescimento de casos de covid-19 em municípios do interior, Marcelo Tokarski, diretor do Instituto FSB, e Mirian Dal Ben, infectologista do Sírio Libanês, debatem com Renato Mimica, CIO da Exame Research. Assista aqui.

Às 18h - Descubra o que é ASG e como isso afeta os investimentos, com Fabio Alperowitch, diretor e gestor da FAMA Investimentos, e Juliana Machado, da Exame Research. Assista aqui.
Bolsa
HOJE | Xangai / -0,83%
Tóquio / -0,87%
Londres / -0,27% (às 7h)
Petróleo Brent / 42,42 dólares (-0,63%)

SEXTAIbovespa / -1,33%
S&P 500 / -0,94%
Dólar / 5,38 reais (+1,21%)
Os Emirados Árabes Unidos, com uma população que não chega a 10 milhões de habitantes e um território comparado ao do estado de Pernambuco, enviam hoje, às 17h51 no horário de Brasília, sua primeira missão espacial — não tripulada. O destino é a órbita de Marte e a previsão de chegada é só em fevereiro de 2021. Será o começo da chegada ao Planeta Vermelho? Leia aqui
Cientistas do Centro Espacial Mohammed Bin Rashid, em Dubai, junto da sonda Hope: a primeira missão espacial dos Emirados Árabes Unidos | Mohammed Bin Rashid Space Center/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário