sexta-feira, 20 de março de 2020

Dólar recua 1,8% e fecha a quinta-feira negociado a R$ 5,10

Variação foi a maior da moeda desde outubro de 2018

A sessão desta quinta-feira foi marcada por altas e baixas da moeda norte-americana.
A sessão desta quinta-feira foi marcada por altas e baixas da moeda norte-americana. 

Após fechar colado nos R$ 5,20 e renovar o maior valor da história na véspera, o dólar recuou 1,8% e terminou a sessão desta quinta-feira negociado a R$ 5,104. A variação foi a maior desde outubro de 2018. 
A sessão desta quinta-feira foi marcada por altos e baixas da moeda norte-americana, com o Banco Central ativo em intervenções no mercado de câmbio, em um dia de trégua nas praças globais à medida que investidores analisaram ações de governos e BCs para garantir liquidez ao sistema financeiro.
Na mínima do dia, o dólar tocou R$ 5,089, enquanto no pico da sessão bateu R$ 5,2080. No ano, o dólar acumula alta de 27,19%.
Pela manhã, o banco central dos Estados Unidos informou que está disponibilizando essas linhas a BCs de outros países emergentes, num esforço para garantir liquidez num momento em que a busca por segurança tem feito o dólar disparar em todo o mundo..
No Brasil, o mercado avalia o tamanho das intervenções do BC no mercado de câmbio. A autoridade monetária vendeu nesta quinta, entre operações de dólar à vista e linhas com recompra, US$ 2,635 bilhões, depois de na quarta injetar 2,860 bilhões de dólares nesses mesmos instrumentos.
O BC tem atraído críticas de alguns agentes financeiros por, segundo eles, aparentar receio de utilização de instrumentos para atuar no câmbio e não demonstrar suficiente preocupação com a rápida valorização do dólar.

R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário