sábado, 19 de outubro de 2019

Desembargador adia depoimento de Lula

O desembargador Neviton Guedes, do TRF-1, adiou o interrogatório de Lula na ação em que o petista é réu por tráfico de influência na compra de caças para a FAB.

O depoimento, que estava marcado para a próxima terça-feira, foi adiado por mais 30 dias.

A ação se arrasta desde 2006 porque a defesa de Lula pediu depoimentos de 80 testemunhas, sendo 17 no exterior.

Para o desembargador, o número de testemunhas ouvidas no caso é “mais do que suficiente” para o direito à ampla defesa.

Neviton, porém, ampliou o prazo para a defesa de Lula informar se serão possíveis os depoimentos de testemunhas na França e no Reino Unido.


O Antagonista

Nenhum comentário:

Postar um comentário