AdsTerra

banner

sexta-feira, 8 de setembro de 2023

Doações às vítimas das fortes chuvas no Vale do Taquari mobilizam a população do RS

 Cobertores e colchões estão entre itens de maior necessidade neste momento

Os mantimentos estão sendo destinado na Central de Doações do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), em Porto Alegre 

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul abriu neste feriado, em Porto Alegre, pontos de coleta de doações. O Palácio Piratini e o Centro Administrativo Fernando Ferrari foram os locais com maior número de doações registradas no feriado de independência. O Correio do Povo esteve nesses locais para acompanhar os trabalhos realizados. A iniciativa atende às vítimas afetadas pelas enchentes no Vale do Taquari. O governador frisou a importância de levar os donativos para locais de coleta e não viajar para as cidades atingidas.

Com o apoio de servidores e voluntários, o Palácio Piratini recebeu centenas de doações, incluindo roupas, alimentos, colchões, brinquedos, ração, além de itens de higiene e limpeza. Os mantimentos estão sendo destinado na Central de Doações do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), em Porto Alegre. 

O Saguão do Palácio estava repleto de mantimentos. Segundo a assessoria de comunicação do Piratini, as doações foram muito diversificadas: colchões; produtos de limpeza, como vassouras, baldes; uma grande doação de ração; além de brinquedos e itens de higiene. Ao mesmo tempo que os itens chegavam na casa do governo estadual, já eram destinadas ao ponto central, localizado no Caff.

Doações entregue no saguão do Palácio Piratini
Doações entregues no salão do Palácio Piratini - Camila Martins / Secom / Divulgação / CP.

Uma senhora que prefere não se identificar contou a reportagem que ao ver o trabalho realizado pelo grupo do Palácio Piratini, resolveu ajudar voluntariamente. “Eu realizo trabalho voluntário há anos. E hoje vendo as notícias, resolvi ajudar o pessoal. Aqui eu estou separando as doações que estão chegando no saguão”, conta.

Na Central de doações, localizada no Centro Administrativo Fernando Ferrari, em poucos instantes o local recebeu um grande fluxo de mantimentos trazidos em formato de Drive-thru. A mobilização contou com o apoio do grupo de Escoteiros no Brasil, do Rio Grande do Sul; além do Exército Brasileiro, o Corpo de Bombeiros, da Brigada Militar, e a Defesa Civil.

Cobertores e colchões estão entre os itens de maior necessidade neste momento. Roupas, água, e produtos de limpeza foram os destaques de doações mais recebidas na central. Segundo o gerente regional do Grupo de Escoteiros do Brasil, Eduardo Carvalho dos Santos, havia muitas doações de cabos de rede para internet, fogões e medicamentos. “Teve uma senhora que trouxe cerca de 20 frascos de insulinas conservadas no gelo. Algo bem específico”, relata.

O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, divulgou em alerta em sua rede social para que as pessoas realizem as doações apenas nos pontos de coleta. “Muitas pessoas estão se deslocando para essas localidades com o intuito de fazer doações. Precisamos que apenas quem mora no município ou está lá para ajudar na reconstrução vá até essas localidades”, alerta. Ainda, Leite ressalta que as doações devem ser entregues apenas nos pontos disponíveis no site da Defesa Civil.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário