segunda-feira, 26 de dezembro de 2022

Senador Carlos Fávaro deve assumir Ministério da Agricultura

 Nomeação já era a mais cotada entre os candidatos ao posto

Senador Carlos Fávaro deve assumir Ministério da Agricultura 

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) será o ministro da Agricultura do governo Luiz Inácio Lula da Silva. A nomeação, que já era a mais cotada entre os candidatos ao posto, foi confirmada junto a membros da cúpula do governo petista. Há previsão de que o deputado Neri Geller (PP-MT) seja seu secretário executivo na pasta, mas não foi fechado.

Fávaro é conhecido pelo trabalho que desempenhou à frente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT), trabalho que o projetou para o mundo político e que acabou por elegê-lo senador em 2018. A Aprosoja-MT faz oposição a seu nome, dizendo que o ruralista que decidiu apoiar o governo Lula “não tem legitimidade para representar o setor como interlocutor em Brasília”. 

A escolha de Fávaro para o ministério foi possível, porém, depois de o futuro ministro superar um problema político delicado, relacionado à suplente que assumirá o seu posto no Senado, quando der início à sua gestão no Ministério da Agricultura. Margareth Buzetti (PP-MT) é apoiadora do presidente Jair Bolsonaro e chegou a fazer campanha nas ruas no segundo turno das eleições. Margareth Buzetti se desfiliou do PP e se filiou ao PSD, partido de Fávaro. 

Além dele, Lula deve indicar Marina Silva para comandar novamente o Ministério do Meio Ambiente. Marina recusou o convite para ocupar o cargo de Autoridade Nacional de Segurança Climática, por achar que o cargo deve ser desempenhado por um técnico. Lula também deve voltar a conversar com a senadora Simone Tebet (MDB-MS), na tentativa de definir qual o espaço que ela ocupará no seu governo. Uma alternativa é a pasta das Cidades. 

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário