domingo, 25 de dezembro de 2022

Polícia Civil prende em Santa Catarina suspeito de assassinar prefeito de Lajeado do Bugre

 Homem estava com uma pistola, munições e porções de maconha


O homem suspeito de assassinar o prefeito de Lajeado do Bugre, em novembro, foi preso na madrugada deste sábado (24) no município catarinense de São João Batista, localizado a 80 quilômetros de Florianópolis. Segundo a Polícia Civil gaúcha, que coordenou a ação em parceria com a Polícia Militar de Santa Catarina, o indivíduo estava com uma pistola 9 milímetros, munições e duas porções de maconha.

O suspeito não teve a identidade revelada. Além de ser apontado como o autor dos tiros que levaram à morte do prefeito Roberto Maciel Santos (PP), conhecido como “Betinho”, dentro da sede do Executivo de Lajeado do Bugre, ele também pode responder por estupro de vulnerável. Isso porque, no momento da prisão, o investigado estava acompanhado de uma menina de 13 anos, e disse aos agentes que ela era sua namorada.

Conforme a delegada Aline Palma, responsável pelo caso, o suspeito acumula antecedentes por homicídios e roubos. Ele estava escondido em uma casa, na área rural de São João Batista, e será mantido em uma penitenciária catarinense até que preste depoimento à Polícia Civil gaúcha. O assassinato de Betinho é tido como uma execução. Isso porque o assassino teria se dirigido diretamente ao gabinete dele, ao chegar na prefeitura.

Rádio Guaíba e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário