domingo, 25 de dezembro de 2022

EU NUNCA VI TANTA GANÂNCIA NA MINHA VIDA COMO VEJO NO PARLAMENTO

 Vídeo de Marcel van Hattem

O que presenciei nesta semana no Congresso é de uma vergonha indescritível: discursos falaciosos com a desculpa de ajudar os mais pobres quando o único objetivo é conseguir recursos para perpetuarem-se na política. Nunca vi tanta ganância na minha vida como vejo no Parlamento.
Não era preciso votar a PEC do Lula após a decisão do ministro Gilmar Mendes (ilegal, é bom ressaltar) de retirar o Bolsa Família do teto de gastos. Como nunca se quis ajudar os mais pobres, a PEC foi votada e aprovada para abrir espaço fiscal para que a gastança irresponsável possa ser feita. Mesmo com as contas de 2022 fechadas, foram liberados recursos para pagar os “compromissos assumidos” com as emendas de relator neste ano. Lamento que o Congresso tenha aprovado um déficit primário para 2023 de R$ 232,6 bilhões. Um absurdo.
O Parlamento está gerando inflação, aumentando os juros, gerando mais pobreza no Brasil e quem vai pagar a conta é justamente os mais pobres. Tudo isso em nome da ganância e ambição de grande parte do Parlamento que tem como foco usar o dinheiro do povo para se manter no poder, gerando dívidas que ficam sob responsabilidade da população pagar. Não compactuarei nunca com esse jeito perverso de fazer política, por isso votei contra a PEC do Lula e o Orçamento de 2023. Acompanhe minha fala na Comissão Mista de Orçamento na manhã desta quinta-feira (22).




Fonte: https://www.facebook.com/watch/?v=824085168692659

Nenhum comentário:

Postar um comentário