quinta-feira, 22 de dezembro de 2022

Com aumentos progressivos, salário dos deputados estaduais deve chegar a R$ 34,7 mil

 Aumento foi aprovado na última sessão de 2022

Na última sessão do ano, em cinco minutos e com o relógio quase batendo às 22h, os deputados estaduais aprovaram na última terça-feira, com 44 votos favoráveis e quatro contrários um aumento nos seus subsídios. Já no início do próximo ano, o acréscimo é de 16%, passando os salários de R$ 25.322 para R$ 29.469.

Mas texto determina ainda aumentos sucessivos ao longo de três anos, passando para R$ 31.237 (6%) já em abril de 2023, depois R$ 33 mil (5,66%) em 2024; e chegando a R$ 34.770 (5,35%) em 2025. No texto, os deputados relacionam os valores a 75% do subsídio dos deputados federais, que também aprovaram aumentos na última terça-feira e também prevê aumentos escalonados.

O teto salarial máximo servidores públicos no Rio Grande do Sul é de R$ 35,4 mil (o que recebe um desembargador do Tribunal de Justiça). No entanto, com o aumento do salário dos Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) recém aprovado na Congresso Nacional, é possível que salário dos desembargadores aumente e, com isso, o teto também. 

Foram contrários a proposta os deputados Fábio Ostermann e Giuseppe Riesgo, ambos do Novo, Tenente Coronel Zucco (Republicanos) e Luciana Genro (PSol).


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário