quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

Censo supera 168 milhões de pessoas recenseadas em novo balanço do IBGE

 Número representa pouco menos de 80% da população

O quarto balanço da coleta do Censo Demográfico 2022, divulgado nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que desde o início da operação foram recenseadas 168.018.345 pessoas, em 59.192.875 domicílios no País. No Rio Grande do Sul, segundo dados do IBGE, até cinco de dezembro, o recenseamento atingiu índice pouco superior a 80%. 

Deste número superior a 168 milhões, 29,43% estavam na região Nordeste, 39,54% no Sudeste, 14,76% no Sul, 8,79% no Norte e 7,44%no Centro-Oeste. Até o momento, 48,4% da população recenseada eram homens e 51,6% eram mulheres.

Esse total corresponde a 78,73% da população estimada do País. O estado mais adiantado, ou seja, com maior proporção de pessoas recenseadas em relação a população estimada, é o Piauí (96,2%), seguido por Sergipe (91,2%) e Rio Grande do Norte (89,8%). Os menos adiantados são Mato Grosso (65,9%), Amapá (66,9%) e Espírito Santo (70,67%).

“Já finalizamos a primeira etapa da coleta no Sergipe e no Piauí, que é quando se percorre o território do estado, visitando os endereços. Vamos agora iniciar o processo de recuperação das unidades domiciliares que foram registradas com moradores ausentes e aquelas que se recusaram a responder ao Censo”, declara o gerente técnico do Censo, Luciano Duarte.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário