segunda-feira, 21 de novembro de 2022

Prefeitura de Porto Alegre abre processo seletivo temporário para contratação de 91 professores

 As inscrições são gratuitas e começam nesta segunda-feira e vão até sexta-feira

A Prefeitura de Porto Alegre abriu processo seletivo simplificado para contratação temporária de 91 professores. O edital foi publicado no Diário Oficial do município. Serão contempladas diversas habilitações para atuação na Secretaria Municipal de Educação. As inscrições têm início nesta segunda-feira, 21.

O excedente de profissionais aprovados nesta seleção poderá ser utilizado no atendimento das 850 vagas temporárias autorizadas pela Lei n⁰ 13.297, durante a vigência do certame. Prioritariamente, como dispõe o dispositivo legal aprovado pelo Legislativo, serão convocados os candidatos habilitados e disponíveis que compõem o banco de dados do Processo Seletivo 004/2021.

As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas a partir desta segunda-feira, 21, até sexta-feira, 25, via internet, com o preenchimento do formulário eletrônico disponível aqui. A entrega da documentação comprobatória de experiência profissional na função de professor deve ser feita presencialmente na Travessa Mário Cinco Paus, s/n°, no Centro Histórico, das 9h às 16h, durante o período citado. A seleção terá validade de um ano, a contar da homologação do resultado final, podendo ser prorrogada uma única vez por igual período.

Segundo o secretário municipal de Administração e Patrimônio, André Barbosa, o processo seletivo ocorre pela necessidade de suprir o quadro, devido ao término dos contratos anteriores e da falta de professores aprovados em áreas específicas. “Buscamos, com o processo seletivo simples e temporário, proporcionar reposição rápida e necessária para que o fluxo siga dentro da normalidade na rede municipal de ensino, sem prejuízo aos alunos”, destacou.

A secretária municipal da Educação, Sônia Rosa, destacou a importância da contratação de profissionais para a área. "Contratar professores possibilita o desenvolvimento das práticas pedagógicas, considerando todos os programas previstos para melhorar o ensino, como a alfabetização na idade certa, a recomposição das aprendizagens e a correção de fluxo. A Smed tem um objetivo e está trabalhando incansavelmente para iniciar o ano letivo de 2023 sem o problema histórico de falta de professores em sala de aula. Assim, é possível garantir mais qualidade no processo de ensino e aprendizagem", afirmou.

Aprovação pelo Legislativo - Em dia 31 de outubro, a Câmara Municipal aprovou a Lei n° 13.297, que autoriza a prefeitura a contratar 850 professores, em caráter emergencial e por prazo determinado, para atuação na Smed. A publicação ocorreu em 11 de novembro de 2022, no Diário Oficial de Porto Alegre.


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário