quarta-feira, 9 de novembro de 2022

Inter vence São Paulo no Morumbi e se aproxima do vice-campeonato no Brasileirão

 Atraído pelo aspecto financeiro, Colorado pode sacramentar segundo lugar caso Fluminense e Corinthians não vençam na rodada

O título não veio mais uma vez. No entanto, desacreditado no começo da temporada, o Inter, através do trabalho do técnico Mano Menezes, se mostra um time maduro e mais próximo de erguer uma taça em 2023. Na noite desta terça-feira, o Colorado atuou com autoridade e superou o São Paulo por 1 a 0 no Estádio Morumbi, pela 37ª rodada. Assim, o time está próximo de sacramentar o vice-campeonato do Brasileirão

Ainda que não seja motivo para volta olímpica, o 2°lugar representa números importantes aos cofres do Beira-Rio: R$ 42,7 milhões. Caso o Fluminense, que encara o Goiás, e o Corinthians, que visita o Coritiba, não vençam, o Colorado não poderá mais ser ultrapassado. No domingo, a equipe encerra a competição diante do campeão Palmeiras, no Beira-Rio. Se os resultado da quarta-feira não ajudarem, um empate garante o vice. Os 70 pontos atingidos igualam o recorde do Inter na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro.

Jogo movimentado e golaço

Com as situações bem encaminhadas na tabela, Inter e São Paulo promoveram um bom jogo na primeira etapa. Confortável, o Colorado trocou passes com naturalidade e levou a melhor na primeira metade do alternado duelo. Vivendo um jejum, o centroavante Alemão perseguiu seu gol. E ele quase veio. O ponta Pedro Henrique driblou bem a marcação e achou o atacante dentro da área. Depois de um drible, veio a finalização forte pela linha de fundo. 

Mesmo que a tentativa tenha sido frustrada, o gol veio na sequência do volume e em linda jogada. O meia Alan Patrick fintou os zagueiros pelo meio, tocou para Pedro Henrique que achou Mauricio na direita, dentro da área. O ponta fuzilou e o goleiro Felipe Alves não conseguiu segurar. 1 a 0. 

Se o clima já não era bom para o técnico Rogério Ceni e seus comandados, a desvantagem subiu o som das vaias e a impaciência do torcedor no Morumbi. Sem ter nada a ver com isso, o Colorado seguia senhor das ações e quase ampliou. A dupla Alemão e Pedro Henrique apareceu bem e o atacante parou em chute na defesa. Ainda que desorganizado, o São Paulo também levou perigo. Um oceano na atrapalhada mecânica ofensiva paulista, o atacante Calleri foi quem produziu as principais chances. Aos 28, não fosse o zagueiro Vitão a tirar em cima da linha, ele teria empatado o jogo de calcanhar. 

Em nova combinação de Alemão com Pedro Henrique, o segundo gol não saiu pela bela defesa de Felipe Alves. O centroavante soltou a bomba e o goleiro espalmou de maneira brilhante. Em resposta, o discreto lateral Reinaldo arriscou chute da esquerda, depois de pivô de Calleri, e arrancou o "Uh" da irritada arquibancada. Com o apito final da primeira etapa, o estádio foi só vaias e protestos. 

VAR evita empate

O Inter voltou sem mudanças. O São Paulo, fez o contrário. Welligton e Patrick foram para o campo nos lugares de Reinaldo e Luizão. As alterações de Ceni melhoraram seu time que sentiu o gostinho do empate aos 8 minutos. O meia Igor Gomes acertou a gaveta de Keiller em finalização da entrada da área. O VAR, no entanto, flagrou falta em cima de Moledo e anulou o tento. 

Ainda que tenha sido anulado, o gol serviu de alerta e Mano mudou. O lateral Thaun Lara e o volante Matheus Dias, ambos da base, entraram no campo nas vagas de Johnny e Alan Patrick. O Colorado recuou e passou a ser pressionado. Aos 18 minutos, o zagueiro Vitão foi obrigado a fazer uma falta e recebeu seu primeiro cartão amarelo no Brasileirão. Wanderson também ganhou o lugar de Pedro Henrique. Pelo alto, a zaga colorada foi soberana. 

A pressão são-paulina reduziu com as alterações coloradas. Os donos da casa se enervaram e passaram a errar lances simples, ainda que rondassem a área. O desespero paulista cedeu ao Inter chances para matar o duelo. Na primeira, o atacante Romero se atrapalhou. Na outra, Thauan Lara obrigou o goleiro a fazer bela defesa em petardo de fora da área. Sem gás, o São Paulo viu o Inter segurar o resultado e garantir mais uma vitória. 

Brasileirão - 37ª rodada

São Paulo 0 

Felipe Alves, Luizão (Patrick), Ferraresi e Léo; Reinaldo (Welligton), Pablo Maia, Nestor, Marcos Guilherme (Nahuel Bustos) e Igor Gomes (Talles); Luciano (André Anderson) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Inter 1 

Keiller; Fabricio Bustos, Vitão, Moledo e Renê; Johnny (Matheus Dias) e De Pena; Mauricio (Taison), Alan Patrick (Thauan Lara) e Pedro Henrique (Wanderson); Alemão (Romero). Técnico: Mano Menezes.

Gol: Mauricio (20min/1°T)
Cartões amarelos: Alan Patrick, Alemão, Vitão e Moledo (Inter) André Anderson, Nestor e Luizão (São Paulo)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa-RJ).
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ).
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (Fifa-RN).
Data e hora: 8 de novembro, terça-feira, às 21h30min. 
Local: Morumbi, São Paulo (SP).


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário