segunda-feira, 17 de outubro de 2022

Torcedor do Sport agride bombeira durante invasão ao gramado da Ilha do Retiro

 Torcida se revoltou após gol de empate do Vasco, nos minutos finais

Pessoas recebiam atendimento no gramado de paramédicos e bombeiros 

Durante a invasão de torcedores do Sport ao gramado do estádio da Ilha do Retiro, um invasor chutou uma bombeira que estava caída, posteriormente identificada como Juliana Corrêa. Dezenas de torcedores da equipe pernambucana deixaram as arquibancadas e invadiram o campo após Raniel, do Vasco, empatar a partida e comemorar de forma provocativa. Ele foi revelado pelo rival Santa Cruz. Antes disso, objetos foram arremessados no campo. O resultado tirou a chance dos donos da casa encostarem de vez no G4, empatando em pontos com os cariocas e ficando a três do Grêmio, que empatou com o Bahia.

Com 49 minutos de jogo, o árbitro Raphael Claus decidiu paralisar a partida por causa da confusão e os jogadores do Vasco correram para o vestiário. Cerca de uma hora depois, sem a garantia de segurança para a sequência do jogo, Claus decretou o fim da partida.

Em entrevista concedida ao canal SporTV, Juliana Corrêa, em lágrimas, afirmou que não tinha tomado noção da situação no momento e que seguirá no trabalho. "Para falar a verdade, não senti na hora. Acho que a adrenalina estava tão alta que eu não senti, entendeu? Eu só senti depois que os meninos mostraram a filmagem e senti a perna doendo, mas trabalho que segue, tinha muita gente passando mal na ambulância, como vocês viram, e a gente está aqui para dar o melhor, tentar amenizar quem está passando mal", afirmou.

Após a partida, nas redes sociais, o Sport se pronunciou criticando a provocação de Raniel e dos jogadores do Vasco e definiu a atuação de Raphael Claus como omissa.

Em comunicado, Paulo Bracks, diretor-executivo do Vasco, chegou a relatar em vídeo que a equipe carioca seguia no vestiário da Ilha do Retiro, impossibilitada de deixar o local. Na fala, ele relatou que funcionários da equipe foram ameaçados e agredidos. Posteriormente, a equipe deixou o local do jogo. "Estamos presos dentro do vestiário na Ilha do Retiro. Uma situação constrangedora e perigosa. Houve uma tentativa de invasão ao vestiário. A gente teve profissionais, atletas e estafe agredidos após o término da partida."

Dentro de campo, a partida acabou com 1 a 1 no placar. Quarto colocado na Série B, o Vasco chegou aos 56 pontos, três a mais que o Sport, quinto colocado. A equipe carioca volta a campo no sábado, às 16h30, em São Januário, no Rio de Janeiro, contra o Criciúma. No mesmo dia e horário, o Sport visita o Londrina, no estádio do Café, em Londrina (PR).

Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário