quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Com chuvas e solo úmido, conserto de cratera na Loureiro da Silva só deve terminar em setembro

 Prazo inicial de 15 dias não vai ser cumprido, admitem técnicos do Dmae


O prazo de 15 dias, inicialmente previsto para o término das obras de reparação dos danos em uma tubulação do esgoto que resultaram na abertura de uma cratera na avenida Loureiro da Silva, junto à orla do Guaíba, em Porto Alegre, não vai mais ser cumprido. Os trabalhos devem se estender além do período estipulado em razão, sobretudo, do mau tempo. De acordo com o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), que atua no local desde 3 de agosto, as intervenções só devem ser concluídas em setembro.

“Em uma ação com essa complexidade, atuamos avaliando dia a dia o que está em andamento, nos deparando com intercorrências e condições climáticas adversas”, afirmou o diretor-geral do Dmae, Alexandre Garcia. “Em uma semana, tivemos dias com chuva e outros momentos de solo úmido, incompatíveis com o que precisa ser feito lá na Loureiro, ainda que o trabalho ocorra internamente. A nossa previsão atual é que em setembro ainda estaremos atuando no local”, complementou o dirigente, reiterando que o reparo dos canos só pode ser feito com tempo seco.

Segundo o representante da estatal, a escavação na área é mais profunda do que o estimado inicialmente e, pela presença de areia e lençol freático, devido à proximidade do Guaíba, é necessário drenar a água e o esgoto do interior das canalizações para poder agir. Com o local isolado desde o início das atividades, os técnicos fazem a escavação do ponto e a remoção de asfalto, terra, areia e demais materiais do interior da vala.

O buraco se abriu em função do rompimento da rede pluvial, a cerca de 2,5m de profundidade abaixo do asfalto da avenida. O Dmae também detectou danos em uma tubulação de esgoto, colocada no local a cerca de 60 anos atrás, instalação do gênero mais antiga e de maior diâmetro na capital. A rede de esgoto, quatro metros abaixo do pavimento, vai ser completamente substituída.

Até que as obras terminem, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) mantém o bloqueio na Loureiro da Silva, no sentido bairro-Centro, entre a Câmara de Vereadores e a rótula da Edvaldo Pereira Paiva com a avenida João Goulart. Para chegarem à Mauá, os motoristas devem usar as ruas Vasco Alves, Andradas, General Canabarro e Siqueira Campos.


Rádio Guaíba e Correio do Povo


Itaqui anuncia o Refis 2022 com descontos de até 100% em juros e multas


Guilherme admite "virada de chave" no Grêmio para perseguir líder Cruzeiro



Biblioteca de Uruguaiana ganha acervo com mais de mil livros da área jurídica


Palmeiras resiste com 9 em campo, vence Atlético-MG nos pênaltis e avança na Libertadores


São Paulo bate Ceará nos pênaltis e está na semifinal da Copa Sul-Americana


Nenhum comentário:

Postar um comentário