segunda-feira, 18 de julho de 2022

Ronda Noturna distribui cobertores e oferece abrigo em albergues de Porto Alegre

 Mesmo com temperatura abaixo dos 10 ºC, apenas três moradores em situação de rua aceitaram acolhimento em albergue neste domingo



Oferecendo cobertores e abrigo, a equipe da Fundação de Assistência Social e Cidadania de Porto Alegre (Fasc) realizou, na noite fria deste domingo, a ação preventiva para acolher pessoas em situação de rua. Em três horas de ronda, das 19h às 22h, a equipe percorreu os bairros Menino Deus, Cidade Baixa e Centro Histórico, onde foram distribuídos 20 cobertores e, mesmo com a temperatura baixando, apenas três acolhimentos aos albergues foram realizados.

“O mais difícil é trazê-los para os abrigos, muitos não querem sair do bairro”, explica a presidente da Fasc, Cátia Lara Martins. Em situação de rua, Rafael Fernandes Dutra, 35 anos, não gosta de dormir em albergues. “Já fui confundido com outro, quase apanhei”, conta. Há 30 anos vivendo nas ruas, ele explica que sabe como não passar frio, mesmo nos dias de temperatura baixa. “Procuro lugares quentes e ganho cobertores da vizinhança”, explica.

“Esse é um dos principais motivos, eles têm medo de encontrar desafetos. Muitas vezes vão para fila do albergue e saem porque não querem confusão”, conta a assistente social Loraci Paz. Atualmente a Fasc abriga 690 pessoas em situação de rua e conta com mais 240 vagas disponíveis.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário