terça-feira, 26 de julho de 2022

'Robô do Pix': golpistas prometem dinheiro fácil em troca de transferência bancária

 por Karilayn Areias

PIX1-1-1000x450.jpeg

Modalidade vem circulando nas redes sociais; golpes registraram aumento de cerca de 350% somente este ano, aponta empresa

Um levantamento feito pela PSafe, empresa de cibersegurança, identificou uma rede de perfis falsos que utilizam a cobrança de pagamentos via PIX como isca para obter dinheiro e dados confidenciais das pessoas. 

Na prática, os golpistas chamam a atenção das vítimas marcando seus perfis em postagens nas redes sociais, afirmam que a pessoa ganhou um prêmio em dinheiro e informam que para resgatá-lo é preciso entrar em um link e preencher alguns dados. Ainda segundo o estudo, esse tipo de perfil chega a ter mais de 600 mil seguidores e cerca de 365 mil curtidas em seus posts, além de anúncios em buscadores na internet.  

Outra abordagem feita é através de posts com falsas promessas de retornar um valor até dez vezes superior que a quantia enviada pela vítima.  Também há perfis que oferecem sorteio do PIX no qual a vítima é direcionada a um site no qual deve inserir dados pessoais e bancários, como o do cartão de crédito. Posteriormente, os criminosos acessam os dados, que serão utilizados para a aplicação de outros golpes, como a clonagem do cartão.

 

Para se proteger dos estelionatários, o VP de Engenharia e Segurança da Zup, empresa de tecnologia do Itaú, Gilmar Esteves, recomenda que o internauta sempre desconfie da promessa de ganhos altos e rápidos. "Os golpistas se aproveitam de momentos frágeis das vítimas. Além do mais, nunca preencha formulários e insira dados bancários ou de cartões em sites ou sistemas desconhecidos", alerta.    Se a pessoa tiver sido vítima do golpe via pix, o especialista frisa que infelizmente é muito difícil recuperar o valor perdido. Mesmo assim, Esteves aconselha que o consumidor lesado procure a polícia e registre um boletim de ocorrência. "Reporte a atividade ilícita com o máximo de detalhes, além de prints de conversas e outros", diz.

Já no caso de débitos em cartões, ele alerta que é importante efetuar o bloqueio e solicitar a emissão de um novo cartão. "Não esqueça de contestar as compras efetuadas pelos fraudadores. Nesse caso também é importante registrar uma ocorrência na Polícia Civil", destaca.  

Um outro estudo da Psafe, realizado entre abril e maio deste ano, constatou um aumento de mais de 350% no número de tentativas de golpe do PIX, em comparação com os meses de fevereiro e março no Brasil. "Isso corresponde a quase sete mil tentativas deste golpe com este tema por dia, mais de 280 por hora e quatro por minuto somente entre os meses de abril e maio. E podemos ver que explorar a temática financeira é uma tendência entre os cibercriminosos, pois o mesmo crescimento está acontecendo com os golpes financeiros em geral”, alerta o executivo-chefe de segurança da PSafe, Emilio Simoni.  

Fonte: O Dia Online - 22/07/2022 e SOS Consumidor

Nenhum comentário:

Postar um comentário