domingo, 5 de junho de 2022

Estados Unidos avaliam suspender algumas tarifas sobre China para conter inflação

 


A secretária de Comércio dos Estados Unidos, Gina Raimondo, disse neste domingo (5) que o presidente Joe Biden pediu que analise suspender algumas tarifas sobre a China que foram impostas pelo ex-presidente Donald Trump, para combater a atual alta inflação.

“Estamos analisando isso. Na verdade, o presidente pediu que nós analisemos isso. E estamos no processo de fazer isso e ele terá que tomar essa decisão”, disse Raimondo, ao ser perguntada se o governo Biden estava avaliando o levantamento de tarifas sobre a China para aliviar a inflação.

“Existem outros produtos – utensílios domésticos, bicicletas, etc – e pode fazer sentido” pesar o levantamento de tarifas sobre eles, disse ela, acrescentando que o governo decidiu manter algumas das tarifas sobre aço e alumínio para proteger os trabalhadores dos EUA e a indústria siderúrgica.

Biden disse que está considerando remover algumas tarifas impostas a centenas de bilhões de dólares em produtos chineses por seu antecessor em 2018 e 2019, em meio a uma amarga guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.

A China também tem argumentado que as reduções de tarifas reduziriam os custos para os consumidores norte-americanos.

Raimondo também disse que sentiu que a escassez de chips semicondutores provavelmente poderia continuar até 2024.

“Existe uma solução (para a escassez de chips semicondutores)”, acrescentou. “O Congresso precisa agir. Não sei por que eles estão adiando.”

Uma proposta visa aumentar a fabricação de semicondutores nos EUA para dar ao país mais competitividade contra a China.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário