segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

Fórum de Governadores solicita prorrogação de leitos extras de UTI, e Ministério da Saúde estende o custeio por mais 30 dias

 


Vislumbrando uma nova onda de internações de covid, em função da variante ômicron, o Fórum Nacional de Governadores pediu a prorrogação, junto ao governo federal, do credenciamento de leitos especializados para o tratamento de pacientes infectados pelo coronavírus. O contrato que disponibiliza leitos excedentes aos Estados pelo Ministério da Saúde se encerra no próximo dia 31.

O Ministério da Saúde aceitou o pedido dos governadores e prorrogou por 30 dias o custeio de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por todo País. A informação foi confirmada em nota pela pasta, que diz que a medida foi tomada junto ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Segundo o Ministério, a medida vale para 14.254 leitos de UTI Covid-19 adulto e pediátrico.

As tratativas foram encabeçadas pelo governador do Piauí e presidente do Fórum de Governadores, Wellington Dias. Pelo lado do governo federal, quem estava à frente das conversas eram o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira e secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz.

A nova prorrogação do contrato, segundo Wellington Dias, está relacionada ao aumento de casos de covid-19 e internações no Brasil nas últimas semanas. Para embasar seus argumentos, o governador citou dados do boletim mais recente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que aponta um aumento na procura por leitos em diversos estados do país.

“Já temos sete estados com 70% ou mais da capacidade dos leitos ocupados, para doença respiratórias agudas e graves (Covid-19, destacadamente variante Ômicron e H3N2/Influenza), além de viroses e diarréias). E demais estados em situação de elevação no nível de ocupação em outras áreas. Isso está gerando uma demanda na área de hospitalização”, destacou Wellington Dias.

O Ministério da Saúde também vai reabrir 400 leitos na cidade do Rio de Janeiro. São 250 novas vagas no Hospital Federal de Bonsucesso e mais 150 no Clementino Fraga Filho, segundo o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz.

Avanço da ômicron

A medida vem em meio ao avanço da variante Ômicron no país. Na quarta-feira (19), o Brasil bateu recorde e registrou 200 mil casos de Covid em 24 horas. Um dia depois, na quinta-feira (20) o mundo também alcançou recorde, com 3,79 milhões de casos da doença. A variante Ômicron, muito contagiosa, é associada a altos índices de novas infecções.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário