terça-feira, 12 de outubro de 2021

Com dois endereços disponíveis, Porto Alegre mantém vacinação contra Covid neste feriado de terça-feira

 


A ofensiva contra a Covid em Porto Alegre não tem folga nesta terça-feira (12), feriado de Nossa Senhora Aparecida e também Dia das Crianças. Serão dois postos da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) oferecendo vacina das 9h às 17h para  o público em geral a partir de 12 anos, com primeira e segunda dose, além do reforço de imunização.

– Zona Sul: avenida Wenceslau Escobar nº 2.442 (bairro Tristeza);

– Zona Norte: rua Wolfram Metzler nº 675 (bairro Rubem Berta).

Em caso de dúvida, a população deve consultar o site oficial prefeitura.poa.br, por meio do qual são publicadas informações detalhadas e links para portais e rede sociais, com atualização constante.

Primeira e segunda dose

Em procedimentos de primeira dose (ou aplicação única, no caso da vacina da Janssen), deve ser apresentada identidade com CPF. Não é mais necessário o comprovante de residência, bastando uma autodeclaração simples com nome e o endereço.

Já na segunda injeção é obrigatório o cartão de controle fornecido pelo agente de saúde na primeira etapa. Pode se dirigir aos locais indicados quem recebeu os imunizantes da Pfizer e Oxford há pelo menos dez semanas ou Coronavac há 28 dias.

Reforço da imunização

Para o reforço, idosos a partir de 60 anos precisam levar mesma documentação exigida na segunda dose, desde que o cartão de controle mostre que essa tenha sido ministrada há seis meses ou mais.

Imunossuprimidos, por sua vez, devem comprovar a condição por meio de atestado ou receita médica, além do registro de segunda dose (ou única) há pelo menos 28 dias. Enquadram-se nesse segmentos os indivíduos dos seguintes segmentos:

– Com imunodeficiência primária grave;

– Em tratamento de quimioterapia ou hemodiálise;

– Transplantados de órgão sólido ou de células-tronco, em uso de drogas antirejeição;

– Com utilização de drogas modificadoras de resposta imune;

– Em uso de corticoides (prednisona ou equivalente) em doses diárias acima de 20 miligramas por mais de duas semanas;

– Com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias);

– Pessoas com vírus HIV/aids.

“Vacinômetro”

Até o começo da noite desta segunda-feira (11), véspera de feriado, mais de 1,127 milhão de residentes em Porto Alegre haviam recebido a primeira dose de vacina contra o coronavírus. Isso representa 93% do grupo prioritário da campanha na cidade (1.211.358).

Já a 877.943 cidadãos da capital gaúcha estão com o esquema de imunização completo, seja pelas duas injeções de Coronavac, Oxford e Pfizer ou pela aplicação única do fármaco da Janssen. Esse segmento equivale a 72,5% do público-alvo.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário