terça-feira, 13 de julho de 2021

Remoção de remanescentes de vila em Porto Alegre permitirá continuidade de obras do Salgado Filho

 Processo de realocação de moradores da Nazaré deverá ser concluído hoje



Com a remoção das últimas famílias da vila Nazaré, na zona Norte de Porto Alegre, realizada nesta segunda-feira, as obras do Porto Alegre Airport - Aeroporto Internacional Salgado Filho, deverão ser retomadas no mês de outubro. A saída das famílias ocorreu durante a tarde de hoje. Os últimos moradores vão residir no condomínio Irmãos Maristas, localizado no bairro Rubem Berta, que já abriga centenas de pessoas que também viviam próximo do aeroporto.

Uma outra parte do grupo foi transferida para o loteamento Senhor do Bom Fim, no bairro Sarandi, enquanto alguns receberam indenizações para deixar a vila Nazaré. Ao todo, mais de 1,3 mil famílias foram removidas em dois anos da vila Nazaré. Com isso, a Fraport, empresa responsável pela administração do aeroporto poderá dar continuidade à obra de ampliação da pista, parada desde maio deste ano.

O secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, André Machado, informou que duas unidades familiares, de uma mesma família, concordaram em deixar a Vila Nazaré desde o início do processo. "No entanto, haviam pendências cadastrais junto à Caixa Econômica Federal que só foram superadas agora”, explicou. O secretário disse que ganham Porto Alegre e o Estado com a entrada em operação da nova pista do aeroporto, em breve, e também as famílias, pois "absolutamente todas tiveram seu direito de moradia respeitado".

Em 2019, mais de mil famílias viviam na Vila Nazaré. No início deste ano, a prefeitura contabilizava 111 núcleos remanescentes no local - todas com pendências burocráticas e judiciais. A entrega da pista ampliada do Salgado Filho foi adiada em oito meses - prazo que deve ser estendido ainda mais, uma vez que se encerra em agosto.

“A Justiça fez acordo com 51 destas famílias, e outras 12, que eram as mais resistentes, fecharam acordos administrativos junto ao Departamento Municipal de Habitação (Demhab). Com isso, esperamos dinamizar a economia do Rio Grande do Sul para, através do desenvolvimento econômico, trazer desenvolvimento social ao Estado”, ressaltou Machado.

Sobre a obra

O projeto do terminal aéreo de Porto Alegre prevê que a pista tenha 920 metros a mais de comprimento, passando de 2.280 para 3.200 metros. Quando estiver pronta, a obra permitirá que o aeroporto receba aviões maiores e mais pesados, favorecendo especialmente o transporte de cargas. Atualmente, o Porto Alegre Airport - Aeroporto Internacional Salgado Filho processa cerca de 35 mil toneladas/ano - número que pode passar a 100 mil em breve. 

A direção da Fraport não informou qual o panorama atual do empreendimento e, tampouco, se há uma nova previsão de conclusão. A empresa disse que "aguarda a conclusão da desocupação". "Estamos bem próximos disso", disse em nota.

O consórcio HTBM - responsável pelas obras no terminal - será novamente chamado. Antes da paralisação das obras, estava previsto para sere finalizada em dezembro de 2021. Porém, por causa da demora da prefeitura na remoção das famílias, a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) autorizou a prorrogação dos trabalhos para agosto de 2022.  

Correio do Povo


Câmara de Porto Alegre presta homenagem aos 44 anos da Igreja Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário