quinta-feira, 8 de julho de 2021

Museu do Comando Militar do Sul é reinaugurado em Porto Alegre

 Após revitalização, local reabre para visitas gratuitas no próximo sábado


Com a presença do comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, o Museu Militar do Comando Militar do Sul (CMS) foi reinaugurado nesta quarta-feira. O prédio localizado na rua dos Andradas, 630, no Centro Histórico de Porto Alegre, abriga o acervo histórico da instituição militar. O local passou por revitalização que durou um ano e meio para se adequar às normas do Instituto de Pesquisa Histórica Nacional.

A reinauguração também contou com a presença do general de Exército, Valério Stumpf Trindade, comandante Militar do Sul, e representantes do Exército, da  Marinha e da Aeronáutica. O general Stumpf disse que o Exército atua também na preservação do patrimônio histórico. "Conseguimos entregar a comunidade gaúcha o mais moderno e interativo museu. O nosso objetivo é oferecer uma melhor compreensão da história militar brasileira", acrescentou. Já o general Oliveira, comandante do Exército, disse que o estava agradecido de compartilhar de um momento tão especial do Comando Militar do Sul que foi a reinauguração do museu militar do CMS.   

O museu possui uma coleção com aproximadamente seis mil itens. O que chama a atenção são os blindados, mas também há canhões portugueses de 1799 ou equipamentos utilizados durante a Guerra do Paraguai. Terceiro mais visitado em Porto Alegre, conforme informações do CMS, o espaço cultural reabre no próximo sábado, às 10h. O local conta com blindados, viaturas, canhões, capacetes e uniformes militares. A visitação é aberta ao público, com limitação de entrada devido à pandemia da Covid-19. O horário de funcionamento é das 10h às 17h nos finais de semana. Durante a semana abre de terça até quinta-feira, das 10h  às 16h. Na sexta-feira, das 8h às 12h. O agendamento de grupos pode ser realizado pelo telefone (51) 3226. 5883. A entrada é franca.

O museu foi fechado em março de 2020, por conta da pandemia, e passou por uma restauração completa a partir de maio do ano passado. Antes da pandemia da Covid-19, aproximadamente mil pessoas visitavam o museu aos finais de semana, segundo a 2ª tenente Anna Juliace, museóloga do Exército. Além disso, cerca de três turmas de escolas visitavam o espaço. A expectativa é de que o público aumente, considerando o longo período de fechamento dos equipamentos culturais em razão da pandemia.

Anna Juliace explicou que o museu contribui para contar a história militar do Brasil. “O prédio é da época da Guerra do Paraguai. Com o passar do tempo ficou com o Exército e um acervo bastante rico foi formado. Com isso, a ideia é aproximar esse material da população”, ressaltou. 

O Museu Militar do CMS (também conhecido como Museu do Exército) está localizado próximo à Igreja Nossa Senhora das Dores, na rua dos Andradas 630, em um prédio histórico do século XIX. O Museu Militar do CMS ocupa o antigo prédio do anexo do Arsenal de Guerra da Província, a construção foi iniciada na administração do Conde da Boa Vista, sendo Diretor o Tenente-Coronel José Joaquim de Lima e Silva, e foi terminado na administração do Barão Homem de Mello.

O prédio na rua dos Andradas possui um desenho simétrico, com duas fachadas opostas de dois pisos unidas por alas térreas, com um grande pátio central a céu aberto, inaugurado em 1867. O museu foi idealizado no ano de 1994 pelo então comandante da 3ª Região Militar, o General de Divisão João Carlos Rotta com o intuito de preservar conservar e expor objetos históricos do Exército Brasileiro e do CMS, que compreende os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O local foi inaugurado em 25 de maio de 1999. 




Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário