quinta-feira, 8 de julho de 2021

Mulher é presa no Japão ao tentar apagar tocha olímpica com uma pistola d’água

 Kayoko Takahashi foi imediatamente detida por um segurança que corria ao lado


Uma mulher de 53 anos foi presa por tentar apagar a tocha olímpica durante a passagem do símbolo dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 nas ruas da cidade de Mito, na província de Ibaraki, a cerca de 100 quilômetros de Tóquio. Kayoko Takahashi usou uma pistola d’água para borrifar um líquido em um atleta que passava com a tocha nas mãos. O incidente foi registrado no último domingo e a chama permaneceu intacta.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram Kayoko Takahashi esguichando o líquido em direção à tocha e gritando "apague o fogo da tocha! Sou contra as Olimpíadas de Tóquio!". O vídeo foi feito por Hotori Amano, de 17 anos. A mulher foi imediatamente detida por um segurança que corria ao lado da tocha. Segundo a imprensa japonesa, Takahashi admitiu as acusações.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 foram adiados para 2021 por conta da pandemia da covid-19. Eles estão programados para serem realizados entre o próximo dia 23 e 8 de agosto. A organização do evento enfrenta a desconfiança da opinião pública. Pesquisas mostram que muitos japoneses se opõem à realização da Olimpíada desde o não passado.

Na última sexta-feira, o Comitê Organizador de Tóquio-2020 anunciou a extensão da cerimônia de abertura, no próximo dia 23, no estádio Nacional de Tóquio, em 30 minutos na tentativa de aumentar a segurança dos atletas ao garantir o distanciamento social entre eles.


Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário