quinta-feira, 8 de julho de 2021

Maioria dos municípios do Sul do RS abre vacinação contra H1N1 para a população em geral

 Quem se vacinou contra a Covid-19 deve esperar até 14 dias para aplicação da imunização da gripe



A maioria dos municípios da região Sul do Estado decidiu, nesta semana, ampliar a vacinação contra a gripe Influenza H1N1 para a população em geral, a partir dos 6 meses de idade.

Em Pelotas, a campanha alcançou 30% do público alvo, ou seja, das 156315 pessoas que podem se vacinar, cerca de 45 mil procuraram os postos de vacinação. A imunização contra a gripe pode ser feita no Centro de Especialidades e nas UBS’s da cidade, com exceção das Jardim de Allah, CSU Areal e Balsa que funcionam somente pela manhã.

As pessoas que fizeram a vacina contra a Covid-19 devem aguardar um intervalo de 14 dias para aplicação da vacina da gripe. No município o índice de imunização dos grupos prioritários está abaixo do esperado. 

Em Rio Grande, a liberação do imunizante para a população em geral ocorreu desde esta quarta-feira. As pessoas podem procurar a dose do imunizante, nos postos de saúde das 13h30min às 16h30min e no posto IV, das 8h às 14h. No ato da vacinação é necessário apresentar a carteira de vacina, o cartão SUS e o documento de identificação. Para a vacinação de crianças pode ser apresentada a certidão de nascimento. 

Em Cerrito, desde 19 de junho qualquer pessoa que tenha interesse pode se vacinar contra H1N1. A imunização ocorre na unidade de saúde Central ou nas UBS’s Ambrosino Peres e Alto Alegre, na zona rural. 

Em Pedro Osório, a vacinação da população em geral contra a gripe H1N1 começou no último dia 9 de junho. A prioridade são crianças a partir dos seis meses, gestantes e puérperas, idosos, pessoas com comorbidades, por fim a população em geral. A vacinação ocorre nas terças, quartas e quintas-feiras, das 13h30min às 16h30min na UBS Brasília. 

Em Bagé a vacinação contra Influenza H1N1 está liberada para a população em geral desde o final do mês passado. Os interessados podem se vacinar no Ginásio São Pedro, das 9h às 16h ou nas unidades de saúde das 15h30min às 17h, de segunda a sexta-feira. 

Em Piratini a procura segue baixa pela vacina contra a gripe H1N1. Conforme o Secretário de Saúde, Cacio Segato o imunizante está disponível nos postos de saúde para  os grupos considerados prioritários. “Ainda estamos aguardando um posicionamento do Estado para liberar para a população em geral”, justifica. 

Em Camaquã, a abertura  da vacinação para o público em geral, a partir dos seis meses ocorre a partir desta sexta-feira, com o final da campanha. A imunização ocorre das 8h30min às 16h30min, na unidade básica de saúde Telmo Marder e no prédio da Secretaria Municipal de Saúde. 


Correio do Povo


Thiago Gomes lamenta "gol relâmpago" e nova derrota do Grêmio no Brasileirão


Fluminense pressiona, mas empata sem gols com o Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário