sexta-feira, 9 de julho de 2021

Eduardo Bonotto assume presidência da Famurs

 Prefeito de São Borja diz que entidade estará à frente de pautas como privatização e Reforma Tributária


Ao assumir, nesta quinta-feira, a presidência da Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto (PP), disse que a entidade estará à frente de "pautas importantes que vão impactar diretamente a vida da população e dos municípios", como as privatizações e a Reforma Tributária. "Esperem de nós um trabalho sério, com respeito e responsabilidade". Outra promessa foi a criação de um plano de desenvolvimento regionalizado setorizado, que deverá ser debatido com os demais poderes.

O novo presidente inicia o rodízio entre as legendas com base na última eleição, acordo firmado entre os partidos com mais prefeitos eleitos no Estado. Em sua primeira manifestação como presidente empossado, Bonotto afirmou que será "um soldado do municipalismo" durante o tempo que ficar à frente da entidade. 

Além disso, Bonotto informou que deverá criar uma série de Câmaras temáticas para tratar de temas relevantes, como saúde, pandemia, turismo e retomada da economia. "É o momento de buscarmos o equilíbrio da balança, colocando a saúde pública em primeiro lugar, mas não deixando de olhar para a economia e a educação", disse. "Estaremos aqui nos colocando à disposição nas primeiras fileiras para construirmos uma sociedade melhor para todos, de forma positiva, colaborativa, construtiva e contributiva. Afinal, ninguém faz nada sozinho”, finalizou. 

"Tivemos que nos reinventar", diz Maneco ao deixar o cargo

Bonotto assume no lugar do ex-prefeito de Taquari Maneco Hassen (PT). O petista comandou a entidade ao longo da pandemia, em 2020. "Tivemos que nos reinventar. Tudo que podia dificultar o nosso trabalho aconteceu nesse um ano. Mas acho que ainda assim o saldo é extremamente significativo. Se eu tive o desafio de liderar a entidade durante a pandemia, acredito que o prefeito Bonotto tem um desafio ainda maior: liderar a saída da pandemia", pontuou.

Hassen agradeceu aos companheiros de gestão e relembrou dos feitos da sua administração, entre eles, o re-acordo do sistema de eleição da Famurs, em que os quatro partidos com o maior número de prefeitos se revezam no comando da federação. Segundo ele, isso garantiria a "unidade e pluralidade política". O petista ainda desejou sorte ao recém-empossado. "Tem em mim um parceiro, sempre, nas causas do municipalismo", finalizou.

A cerimônia de oosse da nova gestão aconteceu de modo híbrido, no Hotel Plaza São Rafael, a Famurs estava há um ano sem organizar eventos presenciais em função da pandemia. Presente, o governador Eduardo Leite (PSDB) pediu que a federação continuasse "ajudando neste clima de diálogo e de bom entendimento". 

Leite ainda relembrou medidas realizadas em que as cidades foram beneficiadas, como o repasse da venda da CEEE-D. "O Estado optou por um caminho em que os municípios fossem privilegiados", disse ele, informando um possível pagamento do passivo da saúde aos municípios, hoje atualizado em R$ 430 milhões. Ao citar a privatização da companhia, defendeu a venda da Corsan, que irá, se concretizada, proporcionar um serviço melhor às cidades. 

O presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza (MDB), reforçou o compromisso do parlamento em discutir os processos regionalização do saneamento. "Vamos fortalecer a relação que temos com os municípios, tornando protagonista quem precisa ser protagonista nesse debate: os prefeitos e as prefeitas do Rio Grande do Sul".

Além do governador, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB) também se manifestou. "É importante que a Capital esteja junto com os outros 496 municípios. Acredito que os prefeitos eleitos em 2020 são os mais legítimos para enfrentar a pandemia, porque fomos eleitos no meio". Demais integrantes do governo e representantes de deputados federais também compareceram.


Correio do Povo


Dados represados fazem disparar números sobre Covid-19 em Santa Cruz do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário