quinta-feira, 8 de julho de 2021

Dominado, Grêmio perde para o Palmeiras por 2 a 0 e segue sem vencer no Brasileirão

 Com gol relâmpago de 15 segundos, Tricolor foi amplamente superado no Allianz Parque pelo agora líder da competição


Em péssima fase, o Grêmio precisou de 15 segundos para ver mais um resultado ruim no Brasileirão ser construído. Amplamente dominado pelo Palmeiras, o Tricolor perdeu por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, pela 10ª rodada do Brasileirão. O resultado afunda o time gremista na lanterna da competição – são dois pontos em oito jogos. Na próxima rodada, a equipe encara o clássico Gre-Nal, às 16h de sábado, e existe a expectativa pela estreia do novo técnico Luiz Felipe Scolari, anunciado oficialmente após a partida.

Logo nos primeiros segundos de jogo, Veiga aproveitou bola que bateu nas costas de Scarpa e abriu o placar. Totalmente dono das ações da partida, o Verdão ampliou aos 16 com Gabriel Menino. Em vantagem, o time de Abel Ferreira empilhou chances e foi para o intervalo lamentando “somente” o 2 a 0 a favor. 

Na segunda etapa, o interino Thiago Gomes mexeu no Grêmio e na estrutura tática. Assim, equilibrou a partida, estancou uma derrota mais acachapante, mas não conseguiu oferecer perigo ao resultado e aos donos da casa, que assumiram a liderança da competição. 

Um episódio após o intervalo chamou atenção na partida. Diego Souza e Rafinha, substituídos, não ficaram no banco de reservas e permaneceram no vestiário. De acordo com o vice-presidente de Futebol, Marcos Hermann - que admite não ter visto a cena - o ambiente é bom no clube, e eles "como bons profissionais que são", estavam indignados com o resultado. 

Gol relâmpago e domínio completo

Foi rápido e cruel. Com 15 segundos, num lance de azar, o Grêmio sofreu o primeiro gol do jogo. Raphael Veiga aproveitou afastada da zaga que pegou nas costas de Gustavo Scarpa e parou nos pés do atacante, que só tirou do goleiro Brenno com a perna esquerda. No entanto, não foi só o gol relâmpago. 

A postura dos donos da casa foi de quem gostaria de definir tudo nos primeiros 45 minutos e sabia da fase gremista. Aos 13, Brenno salvou novo toque de Veiga livre dentro da área em belíssima defesa. Sempre que resolveu apertar, o Verdão levou perigo. Aos 16, Gabriel Menino ampliou de cabeça, depois de cruzamento preciso do lateral Viña pela esquerda. 

Com 2 a 0 contra em 20 minutos, o Tricolor, que já vinha desencontrado, ficou ainda mais. Os jogadores até tentaram manter a bola no pé, e principalmente o meia Douglas Costa buscou dribles e jogadas individuais. Nos poucos lances de ataque, nenhuma finalização exigiu defesa difícil do goleiro Jaílson. 

Porém, a cada ataque palmeirense, um terror para os tricolores. Aos 25, Wesley tirou tinta da trave de Brenno em rápido contragolpe. Aos 34 minutos, foi a vez de Rony desviar e raspar a trave depois de lançamento de Veiga. Sempre em cima, sempre pressionado, o Palmeiras perdeu de ampliar antes do intervalo e – por mais irônico que seja – o Grêmio é quem poderia ter agradecido por estar perdendo de somente 2 a 0 na primeira etapa. 

Melhora insuficiente

O interino Thiago Gomes não se furtou de mudar as peças no intervalo. Colocou em campo Ricardinho, Leo Pereira e Ruan nas vagas de Diego Souza, Vanderson e Rafinha. A alteração poderia ter gerado efeito imediato, mas Ricardinho desperdiçou. Ferreira roubou bola no ataque e saiu na cara de Jaílson, no toque para o lado, o atacante gremista finalizou em cima do goleiro palmeirense. 

O Grêmio até passou a estar mais ativo na partida, trocando passes e oferencendo uma maior resistência na nova formação. Entretando, faltava tranquilidade na hora de atacar. Aos 15, Douglas Costa rabiscou a marcação dentro da área e finalizou prensado na defesa. 

O jogo se equilibrou, mas os espaços para contragolpear estavam apresentados ao Palmeiras. A postura dos donos da casa era de deixar o Tricolor com a bola e dono da posse os comandados de Thiago Gomes não conseguiam desenvolver lances ofensivos.

Aos 34, Veiga acertou a trave após troca de passes dentro da área gremista. As chances gremistas em todo o jogo se resumiram a finalizações de longe, nas mãos de Jaílson, como fez Leo Pereira aos 43 minutos. Derrota consumada e mais uma semana na lanterna do Brasileirão. 

Campeonato Brasileiro - 10ª rodada

Palmeiras 2 
Jailson; Gabriel Menino, Gustavo Gómez, Luan e Viña; Danilo, Zé Rafael (Felipe Melo), Rony (Deyverson); Gustavo Scarpa, Wesley (Breno Lopes) e Raphael Veiga. Técnico: Abel Ferreira.

Grêmio 0
Brenno; Rafinha (Ruan), Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa (Alisson); Bobsin (Jean Pyerre) e Matheus Henrique; Vanderson (Leo Pereira), Douglas Costa e Ferreira; Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Thiago Gomes.

Gols: Raphael Veiga (01min/1T°) Gabriel Menino (16min/1T°)
Cartões amarelos: Gabriel Menino e Danilo (Palmeiras) Matheus Henrique e Vanderson (Grêmio)
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima
Auxiliares: Felipe Alan Costa de Oliveira e Celso Luiz da Silva (MG)
VAR: Igor Junior Benevenuto de Oliveira (MG)
Data e Horário: 7 de julho, às 19h. 
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)


Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário