domingo, 16 de maio de 2021

Porto Alegre amplia vacinação com 2ª dose da Coronavac para pessoas com 65 anos na segunda

 Filas eram longas neste sábado nos locais de vacinação



Após intenso movimento neste sábado para a vacinação com a segunda dose da Coronavac, a partir de segunda-feira, dia 17, a faixa etária será ampliada para pessoas com 65 anos ou mais. Nesta manhã, em todos os locais de aplicação, as filas eram longas. Apesar do frio, muitas pessoas tiraram os casacos mais grossos do armário e foram para as unidades de saúde e para os pontos de drive-thru para garantir a imunização completa contra a Covid-19. A ansiedade e o alívio estavam presentes nos semblantes de todos que aguardavam, como quem está prestes a encontrar com a esperança de dias melhores.

Teve gente que ficou mais de 15 horas na fila do drive-thru da PUC-RS aguardando pela abertura da vacinação no sábado. Foi o caso de Airto Bonascheski, de 66 anos. Ele estacionou no local às 17h30min de sexta-feira e foi determinado a sair de lá apenas depois de receber a segunda dose da vacina. Ele estava ansioso para garantir a imunização completa e contou que passou a madrugada inteira nas redes sociais, sem pregar o olho.

Já Reimar Luiz de Lima, também de 66 anos, chegou na fila do drive-thru da Pucrs às 23h15min de sexta-feira e, além da ansiedade, também demonstrava preocupação com a imunização de todos que aguardavam. “A maior expectativa é que todos que estejam na fila consigam se vacinar”, afirmou. Conforme Lima, não adianta que apenas um ou outro fique imunizado. “A gente fica pensando se os outros conseguiram ou não, essa é a minha preocupação”, relatou.

Primeira dose para comorbidades em farmárcias

Também a partir de segunda-feira, as 21 lojas de farmácias parceiras da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) passarão a aplicar somente primeira dose de vacina contra Covid-19, e apenas para pessoas com comorbidades a partir de 33 anos. Não haverá oferta de segunda dose nas farmácias, mesmo para quem já recebeu a primeira dose nos locais.

Os integrantes dos outros grupos que vinham sendo vacinados nas farmácias terão a vacinação suspensa, são eles: profissionais de saúde, trabalhadores de apoio de serviços de saúde e estudantes de cursos da área da saúde de nível técnico ou superior.

Para receber a primeira dose de vacina, a pessoa deverá levar à loja original e cópia de documento de identidade e do comprovante da doença crônica pré-existente, como atestado médico, laudo médico, prescrição de medicamento de uso contínuo, de acordo com a lista de comorbidades elencadas pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional de Vacinação e que constam na Nota Técnica 02/21 do Núcleo de Imunizações da Vigilância em Saúde/SMS. A SMS solicita que as pessoas entreguem cópias dos comprovantes, que serão retidas pelo serviço vacinador.


Correio do Povo


Brasil chega a 434.715 mortes confirmadas por Covid-19



Economia disse à Pfizer em agosto que compra de vacinas contra Covid-19 não cabia ao ministério


Chefe da ONU "profundamente perturbado" por ataque de Israel a prédio da imprensa em Gaza


River Plate registra 10 casos de Covid-19 na véspera do clássico com o Boca


Fluminense busca empate contra o Flamengo na decisão do Carioca

Nenhum comentário:

Postar um comentário