quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Grêmio é goleado pelo Santos por 4 a 1 e está fora da Libertadores

 Tricolor volta a jogar mal, é dominado na Vila Belmiro e adia sonho do tetra



O torcedor Tricolor esperava viver uma noite semelhante a de 13 anos atrás, quando o time avançou na Libertadores dentro da Vila Belmiro. No entanto, o cenário foi bem diferente. Um gol relâmpago desmontou as pretensões e o Grêmio voltou a jogar mal na noite desta quarta-feira. Dominado pelo Santos fora de casa, perdeu por 4 a 1 e está eliminado da competição continental, adiando o sonho do tetracampeonato. 

O Santos abriu vantagem logo no início do confronto. Aos 11 segundos, aproveitando-se de falha do sistema defensivo, Kaio Jorge anotou o primeiro. Depois, aos 16 minutos, Marinho fez o segundo. Na etapa final, de novo com Kaio Jorge, o terceiro. Thaciano até descontou, mas Laércio marcou e deu números finais ao confronto.

Com o resultado, o Grêmio está fora da Libertadores, e o Santos aguarda Boca ou Racing para saber quem enfrenta na semifinal. Agora, o Tricolor foca no Brasileirão. Enfrenta o Sport, no sábado, às 19h, na Ilha do Retiro, em jogo válido pela 26ª rodada da competição.

Grêmio é dominado no primeiro tempo

Antes da partida, o técnico Renato Portaluppi tinha algumas dúvidas para a escalação. O mistério sobre a presença de Jean Pyerre no time foi desfeita, e o meia foi para o jogo. Na zaga, no entanto, desfalque: por conta do desgaste, Kannemann iniciou no banco, e o titular foi David Braz. Já o lado direito, que se cogitou ser ocupado por Piñares, acabou sendo de Luiz Fernando. 

Logo aos 11 segundos, o primeiro duro golpe da noite. Mesmo saindo com a bola, o Tricolor sofreu o quinto gol mais rápido da história da competição. Kaio Jorge se aproveitou de erro na troca de passes de um Grêmio desligado, e a desatenção de David Braz e Jean Pyerre custou caro. O atacante do Santos avançou com a bola e bateu para vencer Vanderlei, abrindo o placar na Vila. 

A intensidade do Santos, combinada à desatenção do Grêmio, que entrou muito abaixo do ritmo necessário para uma partida de Libertadores, quase custou caro. Antes mesmo dos cinco minutos, o time paulista teve outras duas chances de gol originadas em falhas defensivas de Geromel e Matheus Henrique.

Assim, não demorou para a equipe ampliar o placar. Após cobrança de falta errada de Jean Pyerre no campo de ataque, com direito a bote errado de Matheus Henrique no início do lance, o Santos puxou um contra-ataque de almanaque. Sandry achou Lucas Braga na esquerda, que arrancou e venceu Orejuela na corrida. Ele cruzou rasteiro para Marinho fuzilar de primeira na entrada da área, no ângulo de Vanderlei, aumentando a vantagem. 

No lance, Orejuela sentiu a coxa e precisou ser substituído por Victor Ferraz. Com 2 a 0 contra, o Grêmio precisou ir ao ataque. E até criou duas oportunidades. A primeira com Jean Pyerre, que recebeu bola escorada da direita e bateu no travessão. Depois, Matheus Henrique tabelou com Pepê e chutou forte, obrigando John a fazer boa defesa. No entanto, as poucas chances criadas não resultaram em gols, e o Tricolor foi ao intervalo em larga desvantagem. 

Santos consolida vantagem 

Atrás no placar, Renato precisou avançar o time. Colocou em campo o meia Piñares e sacou o volante Darlan, sumido na produção ofensiva e com dificuldades na marcação, mas que ainda assim teve atuação mais segura que Matheus Henrique. 

No entanto, quem chegou novamente ao gol foi o Santos. E, mais uma vez, em uma desatenção do time do Grêmio. Em cruzamento rasteiro na cobrança de escanteio pela esquerda, a bola ficou viva na pequena área. Livre, Kaio Jorge até pegou mal na bola, mas a noite era do Santos. Ela subiu, bateu no travessão e pingou fora antes de morrer lentamente dentro do gol e marcar o 3 a 0. 

Com larga vantagem, o Santos passou a controlar o jogo. Já o Grêmio, sem alternativa ofensiva, não conseguia ameaçar o adversário. Renato até tentou trocas. Tirou o apagado Jean Pyerre e o atacante Luiz Fernando, para colocar Thaciano e Ferreira. Aberto pela direita, até tentou jogadas individuais, mas teve pouca colaboração de seus companheiros, que já não apareciam para jogar. 

No fim da partida, não restou muito para o Grêmio fazer. Abatido e apático, seguiu sem conseguir encontrar alternativas ofensivas, assim como ocorreu ao longo de boa parte dos 180 minutos. Já aos 35 minutos do segundo tempo, Thaciano descontou, mas nem isso adiantou para dar esperança ao torcedor. Isso porque dois minutos depois, Laércio marcou, decretou o 4 a 1 para eliminar o Grêmio e ir às semifinais da Libertadores. 

Libertadores - Jogo de volta das quartas de final

Santos 4 

John; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Wagner); Alison (Laercio), Sandry e Jobson (Guilherme Nunes); Marinho (Jean Mota), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga. Técnico: Cuca

Grêmio 1

Vanderlei; Orejuela (Victor Ferraz), David Braz (Churin), Geromel e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Darlan (Pinãres), Luiz Fernando (Ferreira), Pepê e Jean Pyerre (Thaciano); Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Kaio Jorge (1/1T) (10/2T), Marinho (16/1T) e Laercio (37/2T); Thaciano (35/2T)

Cartões amarelos: John e Guilherme Nunes (Santos); Pinares, Diego Souza e Pepê (Grêmio)

Árbitro: Vilmar Roldan (COL) 

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data e hora: 16/12, às 19h15min 


Correio do Povo


Quinta-feira terá sol entre nuvens e tempo abafado no RS


Geromel culpa gol sofrido no início por queda do Grêmio: "Acabou com a estratégia"

Renato reconhece mérito do Santos e lamenta início de jogo do Grêmio


Deputados discutem projeto de ICMS após alterações do governo


São Paulo goleia Atlético-MG e volta a abrir vantagem no Brasileirão



D'Alessandro antecipa saída e se despedirá do Inter contra o Palmeiras neste sábado


Lewandowski vota por autorizar vacinação obrigatória por estados


Prefeitos do Litoral entregam plano de prevenção e combate à Covid-19 ao Governo do RS


Prefeitura cancela festa de Réveillon em Porto Alegre


Pfizer apresenta à Anvisa novos documentos de vacina contra Covid-19


Aprovação do governo e confiança em Bolsonaro recuam, aponta Ibope


Leite defende reforma tributária em live do Lide RS


Racing vence Boca e larga com vantagem no duelo argentino da Libertadores


Brasil de Pelotas empata sem gols com o Botafogo


Morre, aos 82 anos, o cirurgião cardíaco e professor Ivo Nesralla


Oito municípios detinham quase 25% do PIB em 2018


Ministério da Saúde comprará 45 milhões de doses da Coronavac, diz governador do Pará


Kaio Jorge entra para a história da Libertadores com o 5º gol mais rápido


Derrota no Senado expõe pressão por saída de Ernesto Araújo


Atlético-GO supera o Fluminense e emplaca a segunda vitória consecutiva


Palmeiras goleia o Libertad e avança à semifinal da Libertadores


Internado com Covid-19, Luxemburgo tem quadro estável e sem previsão de alta



Nenhum comentário:

Postar um comentário