segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

CULTURA DA SACANAGEM!

 Não há outra palavra: sacanagem. Era isso que rolava no Min. Cultura, através de leis como a Rouanet. Aos amigos do rei tudo, quem não se dobrasse à esquerda nada!

O caso era de polícia e para tanto Mário Frias nomeou para esta secretaria o Capitão da PM-BA, André Porciuncula , que não poderia tomar outras atitudes que não as de fechar as torneiras do dinheiro público sem controle, convocar uma auditoria com a orientação do TCU e ver quem é quem nesse jogo. Se assim não o fizesse, seria ele próprio condenado pela continuidade da sacanagem - alguém duvida?
Paralelamente a isso, o Governo, mesmo sem poderes sobre lockdowns, mas ciente da pandemia, destinou linhas de crédito, como o PRONAMPE, para ajudar o pequeno e micro empresário. Além disso, regulamentou a lei Aldir Blanc, destinando R$ 3 bilhões ao setor da cultura. Isso tudo mesmo com o caixa do Governo com o risco de se endividar demais. As ações federais superaram a média até mesmo dos países desenvolvidos.
Com estes 2 fatos concretos em mente, a sacanagem que precisa acabar e a pandemia, é que, de maneira proba, foi equilibrado o fluxo de aprovação das novas propostas culturais à capacidade operacional do órgão de auditar as contas prestadas. Porém, muitos agora tentam acessar a Justiça, até mesmo com ajuda da OAB, para forçar a liberação, sem qualquer controle, de mais de R$ 700 milhões SÓ ESTE MÊS, num ato que pode abrir um precedente perigosíssimo para outras categorias e acentuar ainda mais a crise econômica do país.






Fonte: https://www.facebook.com/story.php?story_fbid=1726467954212488&id=232788843580414

Nenhum comentário:

Postar um comentário