quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

"Caminhos da Enfermagem" resgata origem da profissão no Rio Grande do Sul

 

Lançamento do livro ocorreu nesta terça-feira


A origem da Enfermagem na Santa Casa e no Brasil é tema do livro “Caminhos da Enfermagem”, publicação inédita no Brasil, lançada nesta terça-feira no Centro Histórico-Cultural Santa Casa. Dividido em dois volumes, a obra traz resgate histórico da profissão, aborda a trajetória do ensino oportunizado pelas Irmãs Franciscanas e a importância dos profissionais de saúde em tempos de pandemia. 

A historiadora Elizabeth Rochadel Torresini, que escreveu o primeiro volume e tem expertise em editoração de livros, lembra que a Santa Casa se tornou o primeiro hospital do Rio Grande do Sul. E destaca que dois fatos no final do século 19 transformaram a trajetória da instituição e a colocaram na primeira linha de atendimento: a contratação das Irmãs Franciscanas e o nascimento da Faculdade de Medicina. 

As Irmãs Franciscanas formaram enfermeiros e enfermeiras que passaram a atuar na Santa Casa e em hospitais do interior do RS, de Santa Catarina e Paraná", ressalta. Conforme Elizabeth, elas formavam a verdadeira escola de Enfermagem, com cuidado 'humanizado, comportamento baseado no padrão ético, respeito ao paciente' e trabalho em equipe. "Valorizavam muito isso, o trabalho em equipe", assinala.


A historiadora afirma que a Santa Casa, ainda no século 19, começa a realizar acolhimento de órfãos, feridos, doentes, viúvas, doentes mentais e se transforma em instituição hospitalar de primeira linha. Segundo Elizabeth, a produção da obra - que teve início em 2017 e foi inteiramente financiada através de doações - trouxe mais consciência e conhecimento sobre a importância da Enfermagem. O segundo volume, produzido a partir de 67 entrevistas com protagonistas de diversos tempos na Santa Casa, foi organizado por Véra Lucia Maciel Barroso e Edna Ribeiro de Ávila.

Para a produção do livro, foram entrevistadas as Irmãs remanescentes com atuação na Casa; professoras ou alunas leigas nos cursos de Enfermagem da Casa, atendentes, auxiliares, técnicos e enfermeiros que atuaram na Santa Casa, entre outros. Ao participar da cerimônia de lançamento, que ocorreu no formato híbrido, com parte do público presencial e por meio de videoconferência, Vera afirma que a obra contribui para mostrar o caminho da enfermagem no RS. "Trata-se sem dúvida de uma obra didática, rica em conhecimento e valorização humana", destaca Vera.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário