quarta-feira, 8 de julho de 2020

Grêmio pode ter superávit de novo

Clube consegue manter as finanças em dia durante a pandemia

É possível que o segundo balancete do Grêmio apresente um pequeno superávit

No primeiro trimestre (janeiro, fevereiro e março), o Grêmio apresentou superátiv de R$ 11,8 milhões.
Mas no primeiro trimestre a pandemia do coronavírus não havia feito estragos.
O futebol só parou em 15 de março.
Rápido no gatilho, assim que o futebol parou, o clube tomou providências. Jogou para 2021 o pagamento de 15% dos salários dos jogadores e 40% do direito de imagem.
A folha, que andava na casa dos R$ 10 milhões, baixo pela metade, segundo informações de fonte do clube.
De quebra, buscou recursos junto aos bancos, entre R$ 20 e 25 milhões, e da CBF, R$ 10 milhões, que pagará em cinco prestações.
Na verdade, este dinheiro veio da Globo.
É possível que o segundo balancete, correspondente ao meses de abril, maio e junho, apresente um pequeno superávit.
Isto não é certo, pois o Grêmio ainda não sabe como receberá o dinheiro da venda de Arthur do Barcelona para a Juventus,
Pelo mecanismo de solidariedade, tem a receber cerca de R$ 15 milhões.
A transação entre Barça e Juventus prevê pagamento em quatro anos.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário