AdsTerra

banner

quarta-feira, 3 de abril de 2024

Renato minimiza derrota do Grêmio na Libertadores por foco no Gauchão: “Faria tudo igual”

 Tricolor atuou com time totalmente reserva e perdeu para o The Strongest na estreia da competição continental

Renato reitera necessidade de preservação por Gauchão e avisa sobre Libertadores: "Teremos tempo para nos recuperar" 

Apesar da derrota, o técnico Renato Portaluppi não mostrou arrependimento com a decisão de preservar os titulares do Grêmio na estreia da Libertadores, visando a final do Gauchão. O Tricolor atuou com um time totalmente reserva e perdeu por 2 a 0 para The Strongest na estreia da Libertadores na noite desta terça-feira em La Paz.

O técnico repetiu que manteria o planejamento se fosse necessário. “Apesar da derrota de hoje, eu faria absolutamente tudo igual novamente, tudo”.

"Temos mais cinco jogos na Libertadores e no Gauchão somente mais um jogo. Sou pago para pensar. Confio no meu grupo. Deixei minha equipe descansando pois em Porto Alegre temos a decisão de um título e teremos tempo para nos recuperarmos na Libertadores", disse em entrevista coletiva o comandante. "Poderíamos ter perdido também (se escalasse o time titular). Tem gente que veio aqui com os titulares e perdeu, não dá pra saber. Temos uma decisão no sábado, não pude arriscar de maneira alguma", acrescentou.

Renato avaliou que o resultado boliviano foi construído por "falhas" do time gremista. "Demoramos para entender a altitude", avaliou. O treinador tricolor não classificou o fator geográfico como uma desculpa pelo placar ruim. “Não é uma desculpa, mas atuar aqui é muito complicado. Quando o adversário descer irá encontrar dificuldades também”.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário