AdsTerra

banner

sexta-feira, 8 de março de 2024

Confira os destaques do quarto dia de Expodireto Cotrijal 2024

 Segundo debate do Correio do Povo tratou das iniciativas para destravar a irrigação no Estado



O Correio do Povo separou os destaques do quarto dia de Expodireto Cotrijal 2024, ocorrido nesta quinta-feira. O evento ocorre na cidade de Não-Me-Toque, na região do Planalto Médio do Rio Grande do Sul. Confira:

  • Uma cultivar chamada de “biomassa” (BRS 716), trazida pela Embrapa para a Expodireto Cotrijal 2024, pode ajudar a resolver dois problemas do agricultor gaúcho. Para o cenário agrícola do Estado, ela pode representar uma série de vantagens para produtores que sofrem com alta concentração de cigarrinha do milho em suas propriedades, ou que experienciaram falta de fibra para o gado no outono. Segundo o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, Flávio Tardin, a cigarrinha do Milho — que gera o chamado “complexo dos enfezamentos” e definha os milharais — não consegue completar seu ciclo de desenvolvimento em culturas deste sorgo, o que reduz a quantidade dos insetos na região.
  • Atualizar a legislação ambiental e motivar os agricultores a investir em irrigação são as prioridades imediatas do deputado Adolfo Brito na presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS). O parlamentar, que assumiu a missão de destravar a implantação de novos projetos de irrigação no Estado, participou do segundo debate do Correio do Povo na Expodireto Cotrijal 2024, em Não-Me-Toque. Na ocasião, detalhou os esforços do Legislativo em conjunto com o Executivo, de produtores, lideranças e de outros segmentos envolvidos no tema.
  • Os agentes financeiros estarão presentes na Expodireto Cotrijal com equipes comerciais reforçadas e crédito abundante para a produção rural. O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciou R$ 250 milhões para novos financiamentos durante a feira, superando o valor das operações encaminhadas na edição passada, quando fechou R$ 219 milhões em pedidos. “Tudo indica que teremos crescimento na próxima safra, sem os efeitos climáticos dos últimos dois anos, o que impacta positivamente na expectativa de novos investimentos”, projeta o vice-presidente e diretor de operações, Ranolfo Vieira Júnior.
  • O quarto dia da Expodireto Cotrijal 2024 começou com produtores chegando ao parque e indo direto para ver o setor de máquinas. O dia ensolarado e de temperatura agradável motivou a presença de público. Os três irmãos Áurea, Jane e Mauri Lammel, vieram de Mormaço especialmente para ver as condições para aquisição de tratores. Juntamente com o sobrinho André, que também trouxe a namorada Lais, pegaram um pouco mais de uma hora de estrada para chegar ao parque.
  • No quarto dia da Expodireto Cotrijal, a dinâmica das florestas e sua relação com o Plano ABC+RS esteve no centro dos debates do 16º Fórum Florestal do RS. O foco principal girou em torno do balanço de emissões de gases de efeito estufa (GEE) no sistema de produção de erva-mate, espécie florestal com potencial para redução de emissões. O coordenador do Comitê Gestor do ABC+ RS e pesquisador da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), Jackson Brilhante, falou sobre o trabalho realizado no Estado. O fórum teve ainda participação do diretor técnico da Emater/RS-Ascar, Claudinei Baldissera, e do coordenador dos programas de erva-mate e café da Fundação Solidariedade, Gabriel Dedini.
  • O Pavilhão da Agricultura Familiar é sempre um destaque à parte na Expodireto Cotrijal. Na edição de 2024, o espaço vem recebendo o mesmo movimento incessante de visitantes à procura dos produtos únicos da agroindústria familiar. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado, o pavilhão todo faturou R$ 733 mil apenas no terceiro dia. O acumulado de vendas até quarta-feira chegava a R$ 1,7 milhão.
  • Nos quatro primeiros dias de feira, a Expodireto Cotrijal já superou o volume de público da edição passada. Conforme o vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, até esta quinta-feira o parque de exposição em Não-Me-Toque havia recebido a visita de 336,6 mil pessoas, total 5,2% superior aos 320 mil visitantes apurados na edição de 2023. Segundo o dirigente, 80,3 mil pessoas passaram pelo parque nesta quinta-feira. Os números finais de públicos e estimativa de negócios desta edição serão conhecidos na tarde desta sexta-feira, em entrevista coletiva.
  • São José Máquinas Agrícolas lançou nesta semana, na Expodireto Cotrijal 2024, em Não-Me-Toque, a nova Carreta Graneleira da marca, novidade no mercado que pretende auxiliar a vida dos grandes produtores rurais. A graneleira possui uma tecnologia americana chamada “mata fogo”, fluido capaz de potencializar a ação da água no combate ao fogo e neutralizar o foco nos primeiros cinco minutos, o que significa que as chamas não conseguem se alastrar pela plantação e o produtor ganha tempo para apagar o incêndio.

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário