AdsTerra

banner

segunda-feira, 18 de março de 2024

Bebê de 6 meses morre de dengue; família acusa negligência médica

 Parentes relatam idas e vindas em unidades de saúde de Formiga (MG); menino ficou 14 dias doente



Um bebê de apenas 6 meses morreu de dengue após idas e vindas em unidades de saúde de Formiga (MG). O menino ficou 14 dias doente e sem ter diagnóstico e tratamento adequados, precisou fazer um exame particular para identificar a doença.

+ Adolescente se joga de carro de app ao ouvir barulho de spray e passar mal

De acordo com a família, houve negligência médica dos profissionais e do hospital. Nathan Costa Câmara, segundo a certidão de óbito, morreu de parada respiratória, dengue grave, choque grave refratário e plaquetopenia, que é o número baixo de plaquetas no sangue.

Segundo Larissa, mãe do menino, o filho começou a passar mal em 27 de fevereiro. Como a febre continuou, procurou uma unidade de pronto atendimento dois dias depois. De acordo com a mulher, os profissionais não deram a certeza do diagnóstico do menino.

Os pais relataram que estiveram na unidade de atendimento seis vezes e, depois, foram à Santa Casa da cidade. A febre persistiu e os sintomas pioraram. Os médicos não solicitaram exames nas primeiras idas ao hospital, de acordo com Larissa. O pedido só chegou na sexta vez.

Horas aguardando e estranhamento de enfermeira

A dengue foi diagnosticada em 8 de março, após um exame particular. Ainda assim, o pequeno Nathan foi liberado para voltar para casa. Dois dias depois, o bebê piorou.

+ Homem gasta R$ 200 por dia em crack e diz que não se reconhece mais

Novamente na UPA, com o “menino gelado e roxo”, segundo Larissa, o atendimento demorou horas: chegaram à 1h30 e o bebê foi levado ao soro por volta das 5h. Uma das enfermeiras estranhou que a criança tenha sido passada apenas com o soro por conta dos problemas respiratórios. Mas era tarde demais.

Em nota, a diretora da unidade de pronto atendimento de Formiga lamentou a morte e que os procedimentos adotados na instituição estão sendo investigados. O documento ainda diz que, quando houve piora do caso, a criança foi internada e encaminhada à urgência da Santa Casa.


SBT News

Nenhum comentário:

Postar um comentário