AdsTerra

banner

domingo, 27 de agosto de 2023

Como é a produção do açaí, o fruto amazônico que conquistou o mundo

 Fruta saltou da mesa das populações do Norte do Brasil, onde faz parte da dieta, para as prateleiras do resto do mundo



Puro, adoçado com guaraná, frutas ou granola, o açaí é um fruto de origem amazônica que nas últimas décadas saltou da mesa das populações do Norte do Brasil, onde faz parte da dieta, para as prateleiras do resto do mundo.

O que é e onde cresce

- A árvore do açaí, chamado "açaí" ou "açaizeiro", é uma palmeira nativa da região amazônica que pode passar dos 20 metros de altura.

- Seus frutos, pequenas bagas pretas com uma fina camada de polpa, são extraídos manualmente pelos produtores, que sobem nas palmeiras para cortar os cachos quando o fruto está maduro.

- A vasta maioria da produção provém de áreas inundáveis da Amazônia, de onde o açaí é nativo, mas também há plantações em terra firme.

- No passado, as palmeiras só davam frutos durante a colheita, mas o aperfeiçoamento das técnicas agrícolas permitiu manter certo volume de produção no resto do ano.

"Boom" de produção

- O Brasil é o principal produtor mundial de açaí e mais de 90% da produção vem do Pará.

- Em 2021, o Pará produziu mais de 1,38 milhão de toneladas de açaí, movimentando mais de 5 bilhões de reais na economia local, segundo dados do IBGE.

- As exportações de produtos derivados do açaí cresceram exponencialmente nos últimos anos: passaram de 60 kg em 1999 para mais de 15.000 toneladas em 2021, segundo estimativas do governo do Pará, baseados em dados do comércio exterior.

- Os principais importadores são Estados Unidos, Japão, Austrália e países europeus.

Da polpa ao xampu

- O açaí faz parte da dieta dos paraenses, que o consomem em cuias, acompanhando o almoço e o jantar, frequentemente engrossado com farinha de mandioca.

- Além de seu uso gastronômico, o açaí também é insumo de cosméticos como hidratantes, xampus, etc, e suas sementes são reaproveitadas para fazer artesanato.

AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário