terça-feira, 19 de julho de 2022

"Basta ela querer", diz Vieira sobre Ana Amélia na sua chapa no RS

 Pré-candidato do PDT vê nome dos próprios quadros da sigla como alternativa ao Senado caso não haja aliança



Em um encontro definido como "construtivo, mas não definitivo", o pré-candidato ao governo do Estado pelo PDT, Vieira da Cunha, esteve na tarde desta segunda-feira com a presidente da executiva estadual do PSD, Letícia Boll Vargas. Em pauta, o disputado "passe" de Ana Amélia Lemos, que busca voltar ao Senado como pré-candidata. Vieira ressaltou a receptividade, na reunião realizada na sede do PSD. Conforme o pedetista, a posição de postulante ao Senado em sua chapa é de Ana Amélia, "basta ela querer". Ele destaca que, caso a composição não se confirme, o PDT buscará em seus próprios quadros um nome para a disputa pela vaga no Congresso. 

O objetivo do partido, no entanto, é uma composição entre a legenda, o PSB e o PSD. Após conversas em âmbito estadual com os socialistas, que têm Beto Albuquerque como pré-candidato ao Palácio Piratini e também "cortejam" Ana Amélia, está previsto para esta terça-feira um encontro na sede nacional dos trabalhistas em Brasília, onde além de Vieira e Beto estarão os presidentes nacionais do PDT, Carlos Lupi, e do PSB, Carlos Siqueira. Um entrave para essa aliança é que ambos pré-candidatos postulam a cabeça de chapa, sendo necessário que se chegue a um denominador comum, com uma das siglas cedendo. 

A pré-candidatura de Ana Amélia é cortejada também pelas chapas de Eduardo Leite (PSDB) e Gabriel Souza (MDB). Com a tendência cada vez mais próxima de tornar-se realidade da unificação das chapas de ambos, com o emedebista na vice, a ex-senadora é vista como o nome para fechar a chapa, mesmo que os tucanos já viessem conversando também com Lasier Martins (Podemos).  

Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário